Botafogo-PB vence o Palmeiras, mas fica fora das quartas de final da Copa do Brasil

0

Era um time parcialmente formado por reservas. No entanto, para o torcedor, basta o símbolo do Palmeiras para o apoio ser igual. Foi assim no Estádio Almeidão, em João Pessoa, que recebeu um bom número de palmeirenses na noite desta quarta-feira (21). A classificação às quartas de final da Copa do Brasil veio, mas com um gosto um pouco amargo: derrota por 1 a 0 para o Botafogo-PB.

O resultado negativo derruba uma longa série acumulada pelo técnico Cuca: dez partidas de invencibilidade – nove delas no Campeonato Brasileiro. O placar, entretanto, não ameaçou a vaga entre os oito melhores da Copa do Brasil; o sorteio da fase quartas de final está marcado para sexta-feira.

No primeiro duelo, o Palmeiras vencera por 3 a 0, placar que obrigaria ao Botafogo-PB golear por quatro gols de diferença para avançar de fase no torneio mata-mata. Esta vantagem confortou o elenco, que pouco arriscou na Paraíba.

Classificado apesar do revés, o Palmeiras retoma a concentração na disputa da Série A. Líder com 51 pontos, o time comandado por Cuca recebe no sábado, a partir das 16h (de Brasília), o Coritiba, no Allianz Parque, em duelo pela 27ª rodada da competição.

Quem foi bem: Carlinhos

Em uma partida morna, destacou-se o autor de um belo gol. Carlinhos se apresentou como uma das principais opções ofensivas do Botafogo-PB pela movimentação e anotou um belo gol. Após cruzamento da direita, o atacante arrematou de primeira – e contou com a sorte do desvio no meio do caminho para enganar o goleiro palmeirense Vagner.

Quem foi mal: Lucas Barrios

Mais uma oportunidade desperdiçada pelo centroavante do Palmeiras. Convocado para a seleção do Paraguai, Lucas Barrios teve uma atuação para lá de discreta em João Pessoa. Travado, o paraguaio mostrou lentidão e se tornou um alvo fácil para a marcação dos paraibanos. Cuca se mostrou insatisfeito e tirou o camisa 8 antes da metade da segunda etapa.

Alecsandro volta após quase dois meses

Absolvido pelo caso de doping – após a defesa comprovar o resultado de ‘falso positivo’, Alecsandro retornou aos gramados após quase dois meses afastado – entrou em campo pela última vez em 24 de julho, na derrota por 1 a 0 para o Atlético-MG. Relacionado pela primeira vez, o atacante recebeu a oportunidade de atuar mais de 30 minutos, essenciais para o atleta acumular ritmo de jogo nesta reta final de temporada.

Palmeiras ‘protocolar’

Sem forçar, o Palmeiras garantiu a passagem para as oitavas de final da Copa do Brasil. Mesmo com uma equipe alternativa, o clube alviverde sofreu pouco no Almeidão. As presenças dos veteranos Zé Roberto e Edu Dracena, além do lateral defensivo Fabiano, seguraram qualquer tentativa de pressão por parte dos paraibanos. Quando exigido, o goleiro Vagner foi bem.

Botafogo-PB perde chance de ‘blitz’

Com menos de dez minutos de partida, o Botafogo-PB criou duas boas oportunidades para modificar o clima no Estádio Almeidão. Na primeira, o veterano Warley desperdiçou uma rara chance livre. Em outra oportunidade, Vagner espalmou. As chances perdidas custaram caro, e o Palmeiras imediatamente cresceu e segurou o confronto até o gol de Carlinhos na parte final do jogo.

Reclamação

Apesar da tranquilidade do placar adquirido no lance de ida, os palmeirenses deixaram o estádio em João Pessoa frustrados por uma decisão da arbitragem. Os jogadores reclamaram de pênalti sobre Rafael Marques, travado no momento da batida. Jailson Macedo de Freitas mandou o jogo seguir.

Comente

Camara Municipal

Fique por dentro de todas as notícias do Paraíba Já nas redes sociais:
Facebook, Twitter e Youtube.

Interaja com o Paraíba Já:
E-mail: [email protected]

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here