Botafogo-PB e Campinense decidem rumo do campeonato no Almeidão

    0

    Quatro pontos separam Botafogo-PB e Campinense na tabela de classificação do Paraibano. A Raposa, líder com sete, em caso de vitória, pode até ser campeã na quinta-feira, caso Treze e Auto Esporte empatem em Campina Grande. O Belo, se vencer, fica apenas um ponto atrás do rubro-negro, e reabre a briga pelo título do Campeonato Paraibano de 2015.

    A partida desta noite, no estádio Almeidão, pode decidir os rumos do torneio. A não ser que aconteça outro empate, como o 1 a 1 da última quarta-feira (27). Certo é que a expectativa para o duelo é grande, dentro e fora de campo. Fora dele, começando pela torcida, já que a diretoria do Belo espera cerca de 15 mil pessoas para empurrar o time.

    Para apimentar mais ainda a partida, o meia Luiz Fernando e o volante Neto, do Campinense, foram acusados por Luiz Carlos, atacante do Botafogo-PB, de menosprezar o clube pessoense. A confusão se deu nas redes sociais, onde o centro avante chegou a dizer que, caso entrasse em campo, era capaz que saísse preso. Resta aguardar o desenrolar do confronto, já que o “Imperador”, como é conhecido, foi liberado pelo Departamento Médico e poderá defender o Belo na partida. Que as cenas lamentáveis fiquem apenas na rede mundial de computadores.

    Dentro de campo, o treinador do Botafogo-PB, Roberto Fonseca, deve manter a mesma escalação titular das duas últimas partidas. No sábado passado, o time teve boa atuação na vitória por 2 a 1 sobre o Confiança-SE, pela Série C. Seguem desfalcando o time o goleiro Genivaldo, o lateral esquerdo Airton, o volante Hércules e o meia Samuel, lesionados. O meia Rone Dias, que não foi inscrito no Paraibano, também fica de fora do clássico.

    Pelo lado do Campinense, o técnico Francisco Diá não poderá contar com um de seus principais jogadores no Campeonato. O volante Neto está suspenso pelo terceiro cartão amarelo, e desfalca a equipe. Em seu lugar, o comandante faz mistério, mas Leandro Sobral deve ser o substituto natural. O atacante Nando, que ficou de fora do jogo da última semana, está a disposição e pode jogar.

    A arbitragem é outro fator controverso do clássico de logo mais. Insatisfeito com as últimas atuações dos homens do apito, a diretoria do Botafogo-PB chegou a pedir um árbitro FIFA para o confronto, porém a solicitação foi negada pela FPF pois o clube da Maravilha do Contorno não fez o depósito de R$ 15 mil para o pagamento do trio forasteiro. Com isso, João Bosco Sátiro foi sorteado e apita o jogo. Seus auxiliares serão Kildenn Tadeu e Felipe Messias. Antônio Carlos Rocha será o árbitro reserva.

    Detalhe é que Sátiro se envolveu em polêmica com a diretoria botafoguense após a partida do Belo com o Atlético de Cajazeiras, no Perpetão, quando o time da casa teve um pênalti marcado ao seu favor aos 49 do segundo tempo. O presidente Guilherme Novinho e o vice de futebol, Zezinho do Botafogo, xingaram o juiz, que ameaçou processá-los.

    As informações são do blog Voz da Torcida.

    Comente

    Fique por dentro de todas as notícias do Paraíba Já nas redes sociais:
    Facebook, Twitter e Youtube.

    Interaja com o Paraíba Já:
    WhatsApp: (83) 99373-4023
    E-mail: [email protected]

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Please enter your comment!
    Please enter your name here