Bloco Cafuçu leva irreverência a foliões nesta sexta-feira

0

Há que diga que é brega, mas o fiel folião afirma que é uma questão de estilo. Com muito bom humor e alegria o Cafuçu, um dos blocos mais aguardados das prévias carnavalescas de João Pessoa, faz a festa do pessoense há 27 anos. E esse ano a folia continua. Será nessa sexta-feira (6), no Centro Histórico, a partir das 20h, com animação da banda Brega é Você, das orquestras de Frevo PB Pop, Invasores do Frevo, JP Frevo e os DJs Naza, Trapo e Kylt.

A festa é realizada pela Associação Folia de Rua, que integra o projeto Carnaval 2016 – João Pessoa de Todos os Ritmos, patrocinado pela Prefeitura Municipal de João Pessoa (PMJP), por meio da sua Fundação Cultural (Funjope), com um repasse de R$ 381 mil destinado ao pagamento das atrações e montagem da estrutura, como palcos e banheiros.

A folia acontecerá simultaneamente em três praças que são a Dom Adauto, Ponto de Cem Réis e Rio Branco. Todas com a estrutura necessária pra animar a noite de qualquer folião. E os cafuçus prometem reunir gente de todos os estilos e idade ao som do frevo, marchinhas de Carnaval, lambada, samba-rock, Jovem Guarda e até pancadão, além de outros ritmos.

Segundo um dos coordenadores do Cafuçu, Buda Lira, o bloco é um dos mais democráticos do Folia de Rua e também um dos mais tranquilos. “É uma festa muito bonita. O folião começa a brincadeira já em casa, caprichando na fantasia. A gente vê famílias inteiras se divertindo, tudo muito animado, mas também muito leve”, afirmou.

Buda Lira ainda disse o patrocínio da Funjope foi fundamental para colocar o bloco na rua. “É importante ressaltar que o carnaval gera um aquecimento no emprego e renda da capital através do turismo. O Cafuçu já faz parte da história cultural de João Pessoa e o empresariado local precisa repensar sobre essa cultura, valorizando nossas raízes. Mas apesar das dificuldades, como sempre, o folião vai se divertir muito”, assegurou.

História do Cafuçu – Na segunda metade da década de 1980, o carnaval de rua e de clubes de João Pessoa atravessava um processo de declínio e o carnaval de Recife, Olinda e Salvador polarizava todas as atenções no Nordeste.

Com o surgimento do bloco Muriçocas do Miramar, em 1987 e, em seguida, de mais uma dezena de agremiações, esse cenário começou a mudar. Um dos pioneiros na retomada do carnaval da cidade foi o Cafuçu, que surgiu em 1990. Juntamente com mais dez blocos, o bloco é responsável pela criação, em 1992, do projeto Folia de Rua e pela fundação da sua associação, em 1996.

No início surgido como uma brincadeira entre amigos (Adalice e Ana Costa, William Pinheiro, Henrique Magalhães, Paulo Vieira, Torquato Joel, Buda e Bertrand Lira), o Cafuçu é originário do grupo Artesanal. Foram diversas as produções do grupo, desde teatrais, fotográficas e cinematográficas a publicação de livros e revistas, através da Marca de Fantasia, criada por Henrique Magalhães e incorporada ao Artesanal, do mesmo modo que o bloco Cafuçu.

Inicialmente, a agremiação saía nas praias do Cabo Branco e Tambaú, puxada por trios elétricos, e em seguida por orquestras de frevo, no chão. Em 1997, na contramão da maioria dos blocos da cidade, transferiu-se para o Centro Histórico. Lá, contribuiu para o resgate do carnaval de rua da capital, com ênfase na festa criativa e popular, procurando valorizar a área urbana da fundação da cidade.

Confira a programação:

Praça Dom Adauto
Banda Brega é Você
JP Frevo
Dj Kylt

Praça Rio Branco
Trapo
PB Pop

Ponto de Cem Réis
Invasores do Frevo
DJ Naza

Comente

Fique por dentro de todas as notícias do Paraíba Já nas redes sociais:
Facebook, Twitter e Youtube.

Interaja com o Paraíba Já:
WhatsApp: (83) 99373-4023
E-mail: [email protected]

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here