Berg Lima fica neutro e libera militância a votar em Ricardo ou Cássio no segundo turno

    0

    Candidato a deputado estadual este ano, o servidor público municipal Gutemberg Lima Davi, mais conhecido como Berg Lima (PTN), não conseguiu se eleger, mas obteve 11.775 votos – dos quais, expressiva maioria em sua principal base eleitoral, Bayeux: 9.048 votos. Nesta quinta-feira (23), a jovem liderança política fez um manifesto em suas redes sociais liberando sua militância a escolher qualquer um dos dois candidatos ao Governo do Estado: Cássio Cunha Lima (PSDB) ou Ricardo Coutinho (PSB).

    Veja abaixo à íntegra do texto de Berg Lima postado em seu perfil no Facebook:

    “Quero me dirigir aos Bayeuxenses e Paraibanos, por ocasião do 2º turno das eleições no Estado da Paraíba.

    Nós obtivemos nesse pleito a confiança de 11.775 votos em toda a Paraíba, sendo 9.048 votos só no Município de Bayeux, obtendo uma diferença de quase 6 mil votos para o segundo colocado na cidade, o que desde já somos muito gratos por essa confiança depositada.

    Ficou claro que os Bayeuxenses reconhecem no nosso nome, a nossa capacidade para representar o Município de Bayeux na Assembleia Legislativa, o que só não aconteceu haja vista o sistema pesado que permeia todo o processo político eleitoral injusto e desigual.

    Somos hoje o representante de Bayeux, isso legitimado nas urnas no dia 05 de outubro, obtendo a 2ª suplência na minha coligação, e com isso teremos a responsabilidade e o cuidado devido ao se conduzir perante o povo que nos escolheu como tal.

    Agora, estamos no 2º Turno das Eleições para o Governo do Estado, e hoje, tomo uma decisão que foi balizada justamente com respeito às pessoas que nos confere o papel de representá-las onde quer que cheguemos. Enfatizo meu estilo de encarar a política como a arte de ouvir as pessoas, pautando o bem comum e as transformações sociais.

    Decidi então liberar meu grupo político para tomar suas próprias decisões, e a maioria de forma democrática foi favorável a candidatura de Cássio Cunha Lima, diante disso tomo a seguinte decisão:

    A atual conjuntura local e hostilidade eleitoral em que se desenvolveu este pleito, tomo uma decisão de NEUTRALIDADE para este segundo turno, deixando livre eleitores, familiares, amigos e militantes do nosso projeto”.

    Comente

    Fique por dentro de todas as notícias do Paraíba Já nas redes sociais:
    Facebook, Twitter e Youtube.

    Interaja com o Paraíba Já:
    WhatsApp: (83) 99373-4023
    E-mail: [email protected]