Em nota, o prefeito de Bayeux Berg Lima (Podemos) tentou explicar a decisão de exonerar o secretário de Indústria, Comércio, Desenvolvimento e Turismo, Ramon Acioli. Não admitiu que uma das possíveis intenções da exoneração seria privilegiar o amigo pessoal e militante partidário desde sua primeira empreitada política, Bruno Sena.

Berg afirmou que o ex-secretário estaria apenas usando o cargo para tirar vantagens ou conquistar holofotes para uma possível candidatura em 2018.

Leia a nota na íntegra:

 

O prefeito Berg Lima vem a público esclarecer algumas informações acerca da exoneração do ex-secretário de Indústria, Comércio, Desenvolvimento e Turismo, Ramon Acioli:

 

– Acioli foi exonerado na tarde ontem, após uma decisão do prefeito que avaliou que o ex-secretário não estava atendendo as expectativas da pasta;

 

– O ex-secretário estava usando a pasta apenas como palanque político para uma futura candidatura em 2018. Deixando a responsabilidade da secretaria em cima do adjunto Bruno Sena;

 

– As posições unilaterais de Acioli, além de prejudicarem o andamento das ações da pasta, atrapalhavam o bom trabalho do secretário Adjunto Bruno Sena, que muitas vezes procurou o gabinete para reclamar da falta de compromisso do ex-secretário;

 

– Ramon Acioli usou a tribuna da câmara de forma leviana e irresponsável, após ouvir um NÃO sobre uma possível candidatura para as eleições de 2018, tentando a todo custo comprometer o trabalho que a gestão vem fazendo.

 

No mais o prefeito Berg Lima esclarece a toda a população que não deixará de trabalhar pelo bem de Bayeux, por uma cidade cada vez mais justa e digna para o seu povo. E que as mudanças continuam.

 

Comente

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here