Atlético de Cajazeiras perde quatro mandos de campo por confusão contra o Bota-PB

0

O Atlético de Cajazeiras foi punido com a perda de quatro mandos de campo e multa de R$ 10 mil por conta dos incidentes na partida contra o Botafogo-PB, no Perpetão, pela segunda rodada do Campeonato Paraibano. A punição foi imposta após julgamento realizado pela 1ª Comissão Disciplinar do Tribunal de Justiça Desportiva da Paraíba (TJD-PB).

O departamento jurídico do Trovão Azul, no entanto, promete recorrer da decisão. O Botafogo-PB, que também foi citado no processo, acabou sendo absolvido. Já o preparador de goleiros Austrália, do Belo, foi suspenso por quatro jogos por ter tentado agredir jogadores do time adversário.

Atlético de Cajazeiras, Botafogo-PB e Austrália foram julgados por conta da confusão que aconteceu no Estádio Perpetão, em Cajazeiras, onde os dois times se enfrentaram no último dia 11 de janeiro. O tumulto aconteceu a partir dos 37 minutos do segundo tempo.

Após uma cobrança de lateral, o preparador de goleiros do Belo saiu do banco de reservas e tentou dar um soco em um atleta do Trovão. Ele não chegou a acertar, pois foi contido pelos jogadores alvinegros. Vários atletas e integrantes das comissões técnicas dos dois times se envolveram no incidente para tentar evitar brigas. Durante a confusão, torcedores atleticanos arremessaram garrafas no campo de jogo, o que foi relatado na súmula pelo árbitro Antônio Umbelino.

O auditor Andrey Arllef da Silva foi quem fez a denúncia das partes. O Atlético-PB foi julgado a partir dos artigos 211 e 213 do Código Brasileiro de Justiça Desportiva (CBJD), que falam da incapacidade de “tomar providências capazes de prevenir e reprimir desordem em sua praça de desporto”.

No entendimento da 1ª Comissão Disciplinar do TJD-PB, o Trovão Azul foi responsável pelos tumultos ocasionados no Perpetão e, por isso, foi punido com a perda de quatro mandos de campo e com multa de R$ 10 mil. A punição passa a valer a partir do momento em que o Acórdão for publicado. E o departamento jurídico atleticano quer pressa na publicação desse documento, já que pretende recorrer da decisão.

Como isso não deve acontecer antes desta quarta-feira, a partida do Trovão contra o Auto Esporte, pela sétima rodada do estadual, está mantida no Perpetão. Caso a punição se mantenha, mesmo após o recurso do clube, a Federação Paraibana de Futebol (FPF) deverá ser notificada sobre que jogos com mando de campo do clube devem ter o local alterado.

Quanto ao preparador de goleiros Austrália, ele foi enquadrado no artigo 258 do CBJD, que fala sobre conduta antiesportiva. O auditor Andrey Arllef da Silva pediu que o membro da comissão técnica botafoguense fosse punido com um gancho de oito jogos, previsto no artigo 254. Mas a 1ª Comissão Disciplinar do TJD-PB entendeu que, pela tentativa de agressão, Austrália merecia quatro jogos de suspensão.

Já o Botafogo-PB foi acusado por causa do comportamento de Austrália e denunciado com base no artigo 258-D, que fala justamente sobre aplicação de multas à entidade a qual está vinculada o infrator. Para o Belo, o auditor Andrey Arllef da Silva pediu a punição com o pagamento de uma multa de R$ 5 mil. Mas o Alvinegro foi absolvido pela 1ª Comissão Disciplinar. As informações são do Globoesporte.

Confira abaixo toda a descrição dos incidentes, feita pelo árbitro Antônio Umbelino na súmula de Atlético-PB 1 x 0 Botafogo-PB:

Atlético de Cajazeiras perde quatro mandos de campo por confusão contra o Bota-PB

Comente

Camara Municipal

Fique por dentro de todas as notícias do Paraíba Já nas redes sociais:
Facebook, Twitter e Youtube.

Interaja com o Paraíba Já:
E-mail: [email protected]

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here