Assista: Político é preso em frente às câmeras durante reunião

    0

    Dois altos responsáveis do Serviço de Emergência da Ucrânia foram presos hoje (25), por suspeitas de corrupção, em plena reunião do governo e diante das câmeras de televisão.

    Serguei Bochkovski, diretor do serviço, e Vassili Stoietski, seu adjunto, foram detidos e algemados. Eles são acusados pela execução de contratos públicos “a preços mais elevados que os de mercado” com a companhia petrolífera russa Lukoil.

    A prisão e saída dos dois responsáveis da sala do conselho de ministros foram transmitidas ao vivo pela televisão estatal. Segundo a polícia, em um inquérito preliminar foi descoberto um esquema criminoso criado pela direção do serviço estatal para situações de emergência.

    Presente à reunião, o primeiro-ministro Arseni Iatseniuk justificou as prisões com a determinação do governo em fazer da luta contra a corrupção uma prioridade. “Com o país em guerra, todos os centavos contam. Eles roubam as pessoas e o país. Isto é o que vai ocorrer com todos que infringem a lei e desdenharem do Estado ucraniano”, disse.

    O ministro do Interior, Arsen Avakov, também justificou a situação. “Não é um espetáculo. (…) Penso que é uma vacina e que é preciso que isto seja público”, ressaltou.

    Arsen explicou que Bochovski e Stoietski realizavam compras públicas por meio de uma empresa privada que, usando paraísos fiscais, transferia parte do dinheiro para contas de empresas de propriedade dos responsáveis.

    Da Agência Lusa

    Comente

    Fique por dentro de todas as notícias do Paraíba Já nas redes sociais:
    Facebook, Twitter e Youtube.

    Interaja com o Paraíba Já:
    WhatsApp: (83) 99373-4023
    E-mail: [email protected]

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Please enter your comment!
    Please enter your name here