Artesanato paraibano é homenageado em sessão especial da Assembleia Legislativa

    0

    A Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB) realizou sessão especial nesta sexta-feira (25) em homenagem ao artesanato paraibano. O evento aconteceu no Plenário Deputado José Mariz e teve como principal objetivo celebrar a riqueza do artesanato e o reconhecimento dos artesãos paraibanos.

    A propositura da sessão foi da deputada Estela Bezerra, que considera o artesanato paraibano um dos mais ricos do país e cuja produção é conhecida internacionalmente. “O segmento político e o Executivo ainda tem muito a fazer pelo artesanato, mas a própria iniciativa privada deve compreender que o artesanato tem uma grande força no país e ele pode ser um produto singular da nossa terra”, justificou a parlamentar.

    A deputada Estela Bezerra destacou ainda que a realização da sessão especial alusiva ao artesanato paraibano foi aprovada por unanimidade no plenário da Assembleia e isso mostra a importância de debater a respeito da arte realizada pela categoria. “Estimular a identidade cultural por meio do artesanato é de fundamental importância. O artesanato também é relevante para o desenvolvimento econômico e autonomia das famílias. É papel da Assembleia Legislativa apoiar e promover o desenvolvimento do artesanato paraibano melhorando as condições de vida das pessoas envolvidas na atividade”, declarou.

    A Coordenadora do Programa de Artesanato Paraibano (PAP) do Governo do Estado, Lu Maia, destacou que o PAP tem incentivado os artesãos paraibanos em seu desenvolvimento econômico, cultural e social. “Nosso papel se concretiza através das oportunidades que damos para as vendas de seus produtos e escoamento da produção, seja no cenário estadual, nacional ou internacional”, afirmou a coordenadora.

    Recentemente, o artesanato paraibano conquistou um selo de qualidade do Instituto Nacional de Produção Industrial, o INPI, e segundo a coordenadora, isso faz com que a categoria conquiste respeito e admiração. “Isso só ajuda, pois desta forma, os artesãos podem vender suas obras para a Europa, para a América do Norte ou para qualquer outro país diante das nossas oportunidades”, afirmou Lu Maia, que aproveitou a oportunidade para ressaltar a participação da Casa de Epitácio Pessoa no apoio aos artesãos. “A deputada Estela Bezerra teve um olhar especial para a categoria que está para ser regulamentada. Nunca o artesanato teve essa visibilidade, nunca teve esse reconhecimento por parte da comunidade paraibana e também por parte dos turistas”, concluiu.

    A sessão também contou com a participação da Coordenadora do Programa do Artesanato Brasileiro, Ana Beatriz, que fez elogios ao artesanato paraibano e ressaltou que o incentivo dado à categoria através do PAP é o diferencial do estado. “A arte é linda em qualquer lugar do país, mas a contribuição e a valorização do artesão e do artesanato é um caso especial da Paraíba. Levei este modelo de apoio ao artesão na Paraíba para o Encontro Nacional de Coordenadores para que seja difundido em outros estados e para que o Programa de Artesanato Nacional siga esse modelo”, comentou.

    Também estiveram presentes na sessão a presidente da Companhia de Desenvolvimento da Paraíba, Tatiana Domiciano, o presidente do Sindicato dos Artesãos da Paraíba, Izaquiel José de França; o representante do Colegiado do Artesanato Paraibano, Francisco Ribeiro Viana; o curador do Salão de Artesanato, José Nilton; a gestora do Sebrae-PB, Sandra Duarte; e a presidente da Federação dos Artesãos Paraibanos, Julieta Dolores.

    Homenagem a artesãos

    Uma das artesãs homenageadas foi Antônia Ribeiro Mendonça, de 83 anos, que há 70 anos trabalha com artesanato. Ela é a mais antiga artesã cadastrada no PAP e agradeceu pela homenagem. “Estou muito feliz e emocionada. É a melhor homenagem que já recebi na minha vida. O apoio dado aos artesãos tem melhorado cada vez mais. Estamos lutando pela regulamentação da classe e esperamos que isso venha a ser realizado”, afirmou a artesã.

    O artesão Éder Medeiros, 32, uniu a arte da música ao artesanato. Ele produz instrumentos musicais e ressaltou os avanços após a adesão ao PAP. “Foi uma mudança muito grande. Comecei a ver o reconhecimento da minha arte. Essa homenagem é muito gratificante. É aprova de reconhecimento do meu trabalho”, relatou.

     

    Comente

    Fique por dentro de todas as notícias do Paraíba Já nas redes sociais:
    Facebook, Twitter e Youtube.

    Interaja com o Paraíba Já:
    WhatsApp: (83) 99373-4023
    E-mail: [email protected]

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Please enter your comment!
    Please enter your name here