Temer garante que está na base de Dilma: “ajudar o governo é ajudar o país”

    0

    Em visita à Paraíba, nesta sexta-feira (29), o vice-presidente da república Michel Temer (PMDB) afirmou que está ajudando, no que for possível, a governabilidade da presidente Dilma Rousseff (PT) e refletiu sobre a possibilidade do retorno da CPMF.

    Ele deixou claro que, apesar de apoiar o governo, isso não descarta a possibilidade do PMDB apresentar candidatura presidenciável em 2018.

    “Nós estamos no governo. Nós estamos trabalhando para debelar toda e qualquer crise, seremos parceiros do governo neste sentido. Até porque, na política se tem valores, como o valor político, de governo e de país. Neste momento, o valor maior é o valor país. Esse é o foco do PMDB. Estamos pleiteando a pacificação do país, porque o que está em pauta é  país, não é mais governo e nem partido político. Nós vamos ajudar o governo, portanto, ajudando o país, mas isso não impede que nós tenhamos candidatura própria em 2018. Nós estamos passando em 2016, com as eleições municipais e vamos chegar a 2018 com uma candidatura própria”, justificou.

    Sobre a CPMF, Temer se diz favorável, contanto que seja um imposto provisório. “A presidente está fazendo exatamente aquilo que nós estamos pregando. Eu, pessoalmente, sou contra a qualquer elevação de tributo no nosso país. Quando falo de revisão de federação, é para que se faça uma reformulação tributária. Evidentemente não é para onerar o contribuinte, mas para desonerar. Em situações excepcionais, que é o caso da CPMF, e desde que aja diálogo com toda a sociedade, não só com o Congresso Nacional, e também se tenha a demonstração de cortes que significarão que futuramente impedir a necessidade da CPMF, tanto melhor. Esperamos que esse diálogo prossiga, que haja  o convencimento, se for necessário, de que há essa necessidade da CPMF. Mas em princípio, defendo que se possa aceitá-lo de caráter excepcional e transitório”, declarou.

     

     

    Comente

    Fique por dentro de todas as notícias do Paraíba Já nas redes sociais:
    Facebook, Twitter e Youtube.

    Interaja com o Paraíba Já:
    WhatsApp: (83) 99373-4023
    E-mail: [email protected]

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Please enter your comment!
    Please enter your name here