Após citação de FHC na Lava Jato, Cássio tenta “amenizar” o tom de seu discurso

    0

    O líder do PSDB no Senado Cássio Cunha Lima passou a ter um discurso mais comedido em relação aos denunciados na operação Lava Jato, após o ex-diretor da Petrobras, Nestor Cerveró, ter citado o nome do ex-presidente Fernando Henrique Cardoso (PSDB), no recebimento de propina durante a compra de uma empresa de energia argentina. A fala de Cássio sobre o assunto  foi repercutida pelo portal Brasil 247.

    Leia o texto na integra:

    Diante da acusação do ex-diretor da Petrobras Nestor Cerveró de propina de R$ 100 milhões no governo FHC, o PSDB adotou um tom ameno sobre a menção de Lula na Lava Jato.

    Para o líder tucano no Senado, Cássio Cunha Lima, “não se faz politicagem com isso”, segundo o colunista Ilimar Franco.

    Cerveró apontou propina de R$ 100 milhões ao governo FHC na compra da empresa argentina PeCom pela estatal brasileira, em 2002.

    Comente

    Fique por dentro de todas as notícias do Paraíba Já nas redes sociais:
    Facebook, Twitter e Youtube.

    Interaja com o Paraíba Já:
    WhatsApp: (83) 99373-4023
    E-mail: [email protected]

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Please enter your comment!
    Please enter your name here