Após adiar julgamento de Rodolpho, TJ nega liberdade a flanelinha que atropelou idoso

0

O Tribunal de Justiça da Paraíba, através da Câmara Criminal, negou habeas corpus para o flanelinha Antônio Avelino dos Santos, que atropelou acidentalmente e matou um idoso de 73 anos no último dia 30 de janeiro no Centro da Capital.

A decisão saiu na mesma sessão em que o juiz Aluízio Bezerra Filho decidiu adiar a apreciação do pedido de habeas corpus impetrado em favor do estudante Rodolpho Gonçalves Carlos da Silva, autor do atropelamento que culminou com a morte do agente de trânsito Diogo Nascimento de Souza.

O pedido de liberdade do flanelinha foi feito pelo advogado Alekson Azevedo. Já o advogado Moises Mota, que representa o flanelinha, revelou que já impetrou um pedido para revogar a prisão com base em medidas cautelares junto ao 1º Tribunal do Júri.

Antônio Avelino trabalhava em uma praça no Centro da Capital e ao estacionar um veículo perdeu o controle e acabou atropelando o idoso, que ainda chegou a ser socorrido, mas não resistiu aos ferimentos e morreu.

Comente

Camara Municipal

Fique por dentro de todas as notícias do Paraíba Já nas redes sociais:
Facebook, Twitter e Youtube.

Interaja com o Paraíba Já:
WhatsApp: (83) 99373-4023
E-mail: redacao@paraibaja.com.br

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here