Anvisa emite nota pedindo que consumidor denuncie falhas de repelentes

    0

    A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) emitiu neste final de semana nota pedindo que os consumidores denunciem casos em que repelentes não funcionam.

    “Procure seguir as instruções de aplicação e reaplicação do repelente descritas na rotulagem. Caso você perceba sinais claros de picada de mosquito tais como inchaço, coceira ou mancha avermelhada na pele antes do fim da proteção descrita no rótulo, o repelente pode ter falhado, disse a nota da Anvisa.

    “Nesse caso, denuncie à Anvisa. Faça o mesmo se o repelente lhe causar algum problema de saúde inesperado, como irritação na pele, por exemplo”, acrescenta a nota.

    Os repelentes têm sido usados contra o Aedes aegypti, vetor dos vírus dengue, chikungunya e zika, principalmente depois da descoberta que o vírus zika, quando infecta gestantes, pode provocar microcefalia na criança.

    A Anvisa também pede que o consumidor denuncie situações inesperadas, como irritação de pele, por exemplo. O produto deve ser usado conforme indicações do rótulo. Os canais de denúncia são o correio eletrônico e o telefone de número 0800 642 9782.

    Todos os repelentes do mercado nacional devem ser registrados na Anvisa. Só isso pode assegurar que o produto funciona e que não faz mal à saúde.

    Comente

    Fique por dentro de todas as notícias do Paraíba Já nas redes sociais:
    Facebook, Twitter e Youtube.

    Interaja com o Paraíba Já:
    WhatsApp: (83) 99373-4023
    E-mail: [email protected]

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Please enter your comment!
    Please enter your name here