Anísio cobra de bancos que não cumprem lei que garante segurança de usuários

    0

    Presidente da Comissão de Administração, Serviços Públicos e Segurança, o deputado Anísio Maia (PT) anunciou providências para cobrar dos bancos que cumpram legislação já existente para dar segurança ao usuários e evitar explosões e saidinhas de banco.

    Anísio disse que convocará representantes de instituições bancárias para cobrar a adoção de medidas eficazes para dar maior segurança aos usuários, inclusive exigir a execução da lei número 10.228/2013, já aprovada na ALPB, e que contém regras – que uma vez aplicadas – melhorariam muito a segurança nos bancos.

    Durante a primeira reunião de trabalho da Comissão de Administração, Serviços Públicos e Segurança, da qual Anísio é presidente, também foi definida a realização de reuniões itinerantes nas cidades de Santa Rita, Sapé, Campina Grande, Picuí e Patos, com o objetivo de ouvir a população e as autoridades para buscar formas de melhorar a segurança no Estado.

    O parlamentar petista defende o ressarcimento financeiro às vítimas de assaltos e saidinhas de banco e enfatiza que os bancos não estão preocupados com os assaltos e explosões porque têm seguro para essas perdas. “O banco é ressarcido pelas seguradoras. Não perde nada. Quem mora perto de uma agência atacada e vê sua casa atingida por explosões, quem é baleado, quem vive o terror em um tiroteio… Esses perdem muito. É evidente a responsabilidade dos bancos, que precisam oferecer um nível de segurança mínimo onde os caixas eletrônicos são instalados”, declarou o deputado do PT.

    O deputado petista também disse que convidará os membros do Conselho de Segurança e Defesa Social da Paraíba para apresentar as sugestões dos grupos de trabalho sobre questões de segurança pública no Estado. “Nossa ideia é convidar esse conselho para saber desses relatórios e traçarmos uma linha de ação comum”.

    Comente

    Fique por dentro de todas as notícias do Paraíba Já nas redes sociais:
    Facebook, Twitter e Youtube.

    Interaja com o Paraíba Já:
    WhatsApp: (83) 99373-4023
    E-mail: [email protected]

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Please enter your comment!
    Please enter your name here