O deputado estadual Aníbal Marcolino reiterou, na manhã desta quarta-feira (30), que não permanecerá no PSD, partido do prefeito Luciano Cartaxo. E foi mais além: mais filiados devem também pular fora da legenda, por conta do mau relacionamento com o prefeito de João Pessoa.

“Cartaxo não tem diálogo nem com a base dele, quanto mais com os suplentes? Eu não posso responder por Raissa, que sinaliza sair também do PSD. Mas ela me autorizou a falar sobre a bancada da calda dentro do partido, que é formada por aqueles que não conseguiram votos suficientes no ano passado. A insatisfação é grande”, diz o deputado.

Indiferente às críticas feitas nos últimos dias pelo suplente de deputado estadual Anibal Marcolino, o prefeito de João Pessoa, Luciano Cartaxo (PSD), desdenhou do futuro ex-colega de partido, afirmando que não pode resolver “problemas particulares” causado pela “infelicidade” do desempenho eleitoral nas eleições disputadas por Aníbal.

Insatisfação 

Com o mesmo discurso de sempre que é questionado sobre algo, Cartaxo ressaltou que continua focado no trabalho, no desenvolvimento da cidade, pois essas são as prioridades do seu mandato.

“Eu não tenho que me preocupar com Anibal Marcolino, eu tenho focado no trabalho. Meu compromisso é com o povo de João Pessoa. Não posso resolver problemas pessoais e particulares de alguém, que porventura teve a infelicidade de perder as eleições para deputado estadual e chegar na terceira suplência de vereador. Eu, na condição de prefeito, não posso priorizar esse tipo de problema, quando eu tenho que pensar na cidade como um todo”, explicou.

Anibal anunciou sua saída do PSD, legenda de Cartaxo, demostrando insatisfação com o prefeito. O parlamentar assume uma cadeira na Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB), fazendo parte da base aliada do governador Ricardo Coutinho (PSB), após a licença do deputado estadual Jullys Roberto (PMDB).

Ele confirmou para a próxima terça-feira (15) sua posse na Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB).

Na manhã desta sexta-feira (11), em entrevista à Rádio Arapuan FM, Aníbal voltou a jogar um ‘bande de água fria’ na expectativa de reforço da bancada que faz oposição ao governador Ricardo Coutinho, e anunciou que chegará à Casa para votar em sintonia com as orientações do governo.

Na entrevista, Aníbal confirmou a informação de que pretende se desfiliar do PSD e acusou o prefeito Luciano Cartaxo (PSD) de agir em defesa de interesses particulares. “O prefeito só pensa nele; infelizmente, ele não pensa no grupo”, disparou.

Saiba mais

Em 2014, Aníbal Marcolino foi candidato a deputado estadual pelo PEN, e apesar de ter obtido 19.615 votos, acabou ficando na suplência de sua coligação. Nas eleições de 2016, já filiado ao PSD, ele concorreu a uma vaga na Câmara Municipal de João Pessoa (CMJP), quando obteve 2.982 votos.

Comente

Camara Municipal

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here