Ana Paula, ‘BBB 16’, tira tudo (até onda) no Paparazzo: ‘Rainha da p… toda!’

0

“Ah, e quero posar novamente. Não sei se o convite vai rolar, mas afim! Faz poucos dias que saí da casa, com barriguinha de arroz com feijão e goiabada e, se tiver oportunidade, daqui a seis meses, com o shape que tinha antes, gostaria de mostrar o antes e depois”, comenta Ana Paula, que também não descarta posar nua para uma revista.

“É tudo muito novo para mim, mas coloco minhas mãos no público. Se eles quiserem ver mais… Quem sabe? Mas tem que me dar mais um tempinho, né? Tenho que voltar para minha vida normal, voltar com minha dieta normal, porque ninguém merece me ver toda arrebentada depois desse programa (risos)“.

‘Não tinha como fazer nada diferente’

A personalidade de Ana Paula a colocou entre as participantes inesquecíveis do “BBB”. Ela não se intimidou nas brigas, se posicionou no jogo e disparou verdades. Acabou expulsa após dar dois tapas no rosto de Renan.

“Na minha vida aqui fora sou um pouco mais tranquila, menos exacerbada. Lá dentro é muito punk”, admite. “Acho que a decisão do programa foi acertada porque existem regras e esbarrei nesse limite. Mas, avaliando toda minha trajetória, tratando-se de Ana Paula, não tinha como fazer nada diferente. Ainda mais naquele cenário de estresse”.

A ex-BBB conta que, de fato, não tinha noção no confinamento de que era uma das favoritas ao prêmio de R$ 1,5 milhão. “Não esperava mesmo, juro. Lá dentro, o Renan disse que eu só voltava dos paredões porque o povo gosta de barraco. Fiquei com isso na cabeça… Jamais achei que tivesse esse papel de protagonista e que estivesse com o prêmio tão perto”, lamenta.

‘Evito chorar na frente das pessoas’

No programa, ficou marcado o lado durona de Ana Paula, mas ela garante que nem sempre é assim. “Evito chorar na frente das pessoas, por exemplo. Tanto que cheguei a entrar no reservado várias vezes e, lá, a gente só pode entrar para fazer necessidades fisiológicas. Ia fazer xixi e aproveitava para chorar, porque isso não poderiam me impedir”, confessa.

“Não existe uma docilidade explícita, mas uma docilidade implícita. Tanto que meus amigos sabem disso. Sou uma amiga leal e verdadeira, estou para o que der e vier. Se um amigo me diz algo, está falado e estamos juntos”, garante ela, antes de completar:

“Adoro carinho, mas tenho dificuldade de demonstrar. Mas quando demonstro é com intensidade. Um vídeo mostrou isso com a Dona Geralda, eu a apertando e dando muitos beijos. Sou meio Felícia (personagem do desenho animado ‘Tiny Toon’) nesse aspecto. Até quando vou demonstrar carinho tem esse tom de intensidade”.

Ana Paula afirma que o jeito de durona é também uma forma de defesa contra possíveis mágoas. “A gente pode se armar para não se ferir tanto, então, de certa forma, já saio armada. Não gosto de passar insegurança para os outros e ninguém merece mostrar fragilidade… Não gosto de gente que se vitimiza, sabe?”.

As informações são do site EGO.

Comente

Fique por dentro de todas as notícias do Paraíba Já nas redes sociais:
Facebook, Twitter e Youtube.

Interaja com o Paraíba Já:
WhatsApp: (83) 99373-4023
E-mail: [email protected]

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here