Aliado de Cartaxo quer convencer Raoni para integrar base do prefeito

    0

    Após ser questionado sobre as intenções do vereador Raoni Mendes (PTB) de aumentar a bancada da oposição na Câmara Municipal de João Pessoa (CMJP), o vereador Marco Antônio (PPS),  líder da situação, em um tom descontraído, afirmou que também pretende aumentar sua bancada, e para isso ele já encontrou uma alternativa.

    “Estou tentando conquistar o vereador Raoni Mendes. A nossa construção, é uma construção permanente. As bancadas elas estão em movimento, então a gente tenta isso. Eu queria ter o vereador Raoni, Renato Martins, o vereador Fuba, eu queria todos na nossa bancada”, afirmou.

    O líder da situação tem grandes expectativas para o ano eleitoral, pois para ele, esse é o momento do trabalho ser analisado pela população.

    “Ano que vem será um ano animado,  é o ano de campanha como bem dizia o saudoso Ronaldo Cunha Lima, que é uma pessoa que eu admiro muito,  que ‘o melhor para o politico é o ano da eleição’. Vai ser muito bom pra mim também. Particularmente, porque a gente defende uma bancada, e hoje eu a lidero, que defende a gestão de Luciano Cartaxo, que vai ser julgada pelas pessoas. A eleição é altamente positiva e oxigena a vida política. É bom que o eleitor fique ligado nisso aí e aproveite, porque o ano que vem é o ano que a gente tem voz, que temos peso, que a gente fala o que acha. Então eu acho que esse ano da eleição vai provocar uma movimentação na bancada natural e que vem aí candidaturas. A gente vai ver vereadores que vão se posicionar contra as orientações partidárias, a gente vai ver vereador trabalhando para que seu partido apoie grupo A, B ou C.  Enfim, vai ser um ano bom para a gente”, ironizou.

    Para Marco Antônio, os rumos que a política toma em ano eleitoral são sempre “inesperados” e tudo pode acontecer.

    “O ex-senador Cícero Lucena disse que aqui na Paraíba só faltava boi voar e eu acho que boi já voou aqui na Paraíba. Essa questão das organizações partidárias são meio que inesperadas. Vemos discussões de todos os lados,  observamos tendências de todos os lados dos partidos, você observa dentro do próprio PMDB pessoas que querem candidatura própria, outros não querem. Uns querem apoiar Cartaxo, outros querem apoiar o candidato do governador. As movimentações existem em todos os partidos. Dentro do PPS, que eu posso falar por ele, que é o meu partido, não é diferente, a gente vai ter uma discussão sobre esse assunto, mas acredito eu que a nossa tese dentro do PPS sairá vitoriosa e nós vamos continuar com Cartaxo”, certificou.

    Mas apesar de ter esse pensamento ele afirmou ser “impossível” sair do lado de Cartaxo e sempre defenderá o trabalho desenvolvido pelo prefeito.

    “Eu acho praticamente impossível, a gente tem um alinhamento, é como eu disse ano que vem a gente vai ver esse trabalho nosso desses três anos sendo julgado pelas pessoas, então é importante que a gente esteja na nossa linha e defendendo esse nosso trabalho”, salientou.

     

    Comente

    Fique por dentro de todas as notícias do Paraíba Já nas redes sociais:
    Facebook, Twitter e Youtube.

    Interaja com o Paraíba Já:
    WhatsApp: (83) 99373-4023
    E-mail: [email protected]

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Please enter your comment!
    Please enter your name here