Além de João Pessoa, Campina Grande também faz parte da rota da tocha olímpica em 2016

    0

    Berço de atletas de ponta em várias modalidades esportivas, Campina Grande não poderia ficar de fora da rota do revezamento da tocha das Olimpíadas do Rio, em 2016.

    E a confirmação da Rainha da Borborema entre as cidades que vão receber um dos principais símbolos dos Jogos Olímpicos que, pela primeira vez na história, serão disputados no Brasil, aconteceu nesta sexta-feira, 03, quando a tocha Olímpica Rio 2016 foi apresentada no Auditório da Fundação Habitacional do Exército, em Brasília.

    Campina se junta a outros 81 municípios em todo o país que já estão confirmadas como ponto de apoio para receber a tocha.

    Outros locais ainda estão sendo definidos e a expectativa dos organizadores do revezamento é que, ao final do percurso, 90% da população brasileira também receba a visita da chama olímpica.

    Essas cidades, incluindo as 26 capitais estaduais e Brasília, serão o destino da tocha ao fim de cada dia de revezamento – ou seja, onde ela irá “dormir” –, com exceção de quando houver paradas técnicas ou momentos especiais de passagem tocha.

    Além do carregador, o revezamento envolve todo um comboio de veículos, que deve passar por cerca de 500 cidades: 300 receberão o revezamento propriamente dito e outras 200 assistirão à passagem do comboio com a chama exposta.

    A lista completa do trajeto será divulgada no início de 2016. Todo o percurso foi montado sob a premissa do maior número possível de pessoas impactadas, dentro do período pré-estabelecido para a duração total do revezamento.

    De acordo com o Comitê Rio 2016, a jornada começa em maio de 2016 e irá durar entre 90 e 100 dias. Serão 12 mil condutores, cada um percorrendo cerca de 200 metros com sua tocha (o que é passado de uma para outra é a chama Olímpica, a mesma acesa ainda na Grécia).

    Serão 20.000 quilômetros por estradas e ruas brasileiras e mais 10.000 milhas aéreas em trechos das Regiões Norte e Centro-Oeste, entre Teresina e Campo Grande – sem que o fogo se apague.

    Comente

    Fique por dentro de todas as notícias do Paraíba Já nas redes sociais:
    Facebook, Twitter e Youtube.

    Interaja com o Paraíba Já:
    WhatsApp: (83) 99373-4023
    E-mail: [email protected]

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Please enter your comment!
    Please enter your name here