Ainda licenciado, Pedro comenta processo de impeachment: “é um vexame”

0

O deputado federal licenciado Pedro Cunha Lima (PSDB) retorna as suas atividades no Congresso no dia 31 de março, após ter se afastado da função para se dedicar à conclusão do mestrado em Direito Constitucional, em Portugal. Entretanto, o parlamentar já está em Brasília acompanhando as movimentações em torno do impeachment da presidente Dilma Rousseff (PT).

“Antecipei meu retorno ao Brasil pela importância do momento. É hora de estar atento e focado em cada instante no Congresso. Trabalho o impeachment na dissertação de mestrado e justificarei esse tempo afastado – sem remuneração – com um desempenho mais qualificado. Quero contribuir mais e melhor”, declarou Pedro.

Pedro Cunha Lima disse que esteve acompanhando a realidade brasileira e falou como vê a crise política e econômica que o Brasil vive . “Com muita preocupação. Nossa situação é um vexame aos olhos do mundo todo. Os especialistas não entendem como um Governo, diante de tantas comprovações de vários desvios, continua de pé. Nossa resposta institucional ao momento de crise é um fracasso absoluto. É preciso encerrar esse ciclo”, analisou.

Pedro diz que retomará com algumas propostas de alternativa ao investimento na educação, bandeira que abraçará com maior empenho. “Estudei outros modelos e formas de investimentos. O ciclo da educação é o único que pode nos dá uma perspectiva de futuro”, reforçou.
O parlamentar também se une ao seu partido, o PSDB, nas ações em favor ao impeachment da presidente Dilma.

Licença – Pedro Cunha Lima licenciou-se do cargo de deputado federal no dia 1º de dezembro de 2015, para se dedicar a conclusão do mestrado em Direito Constitucional pela Universidade de Coimbra, universidade pública em Portugal. A licença foi sem remuneração, ou seja, sem nenhum ônus para a Câmara dos Deputados.

No lugar de Pedro, assumiu, nesse período, o deputado Marcondes Gadelha (PSC).

 

Comente

Fique por dentro de todas as notícias do Paraíba Já nas redes sociais:
Facebook, Twitter e Youtube.

Interaja com o Paraíba Já:
WhatsApp: (83) 99373-4023
E-mail: [email protected]

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here