Agência Nacional de Águas determina aumento no racionamento em Campina Grande

    0

    A Agência Nacional das Águas (ANA), em meio ao risco do colapso no sistema de água de Campina Grande, optou pela ampliação do racionamento do abastecimento das cidades atendidas pelo açude de Boqueirão. A agência recomenda também medidas de contenção do consumo de água. De acordo com a Companhia de Água e Esgotos da Paraíba (Cagepa), a proposta será debatida em reunião da diretoria que está para ser agendada.

    Segundo a ANA, medidas para o enfrentamento da crise hídrica deveriam ter sido tomadas há mais tempo.O açude Epitácio Pessoa, localizado no município de Boqueirão, abastece 19 municípios e atualmente está com 19,1% de sua capacidade, segundo levantamento da Agência Executiva de Gestão das Águas (Aesa) da Paraíba.
    Sidão Almeida, diretor regional da Cagepa de Campina Grande, destacou dois pontos principais na pauta da reunião. “A ANA reconhece que continua havendo irrigação no açude de Boqueirão, mas julga o volume insignificante, e recomendou a ampliação do racionamento. Esse relatório será encaminhado para análise da Cagepa, submetido pela diretoria a instância superior para definir”, disse.

    A proposta prevê o corte no abastecimento no período compreendido entre os sábados e as terças-feiras, um dia a mais que o modelo de racionamento atual. Com a medida a Cagepa pretende postergar o volume da barragem e evitar que atinja a reserva técnica em dezembro.
    O secretário de Recursos Hídricos e Meio-Ambiente do Estado, João Azevedo, disse que a Cagepa planeja aumentar o racionamento de água na cidade de Campina Grande e estender para outras cidades do Estado.

    “Vamos aumentar racionamento em Campina Grande, está tomada essa decisão. Nós estamos estudando essa ampliação. Cidades como Cajazeiras, Imaculada, Itaporanga e Barra de Santa Rosa entraram num processo de racionamento”, afirmou.

    Segundo João, providências estão sendo tomadas por parte do Estado, mas a crise hídrica não é um colapso generalizado. “Essa questão do colapso não é generalizado. Precisamos entender cada região e estamos tomando as devidas providências”, ressaltou.

    O racionamento de água para aproximadamente um milhão de habitantes de Campina Grande e 18 municípios no Agreste paraibano, começou em dezembro. Nos locais abastecidos pelo açude Epitácio Pessoa, em Boqueirão,  o abastecimento está sendo interrompido. O racionamento acontece das 17h dos sábados até as 5h das segundas-feiras.

    Comente

    Fique por dentro de todas as notícias do Paraíba Já nas redes sociais:
    Facebook, Twitter e Youtube.

    Interaja com o Paraíba Já:
    WhatsApp: (83) 99373-4023
    E-mail: [email protected]

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Please enter your comment!
    Please enter your name here