Acusado de cobrar propinas, Vitalzinho diz em nota que vai colaborar com a PF

0

O ministro do Tribunal de Contas da União (TCU) e ex-senador Vital do Rêgo (PMDB) enviou nota na noite desta segunda-feira (5) afirmando que vai colaborar com as investigações da Polícia Federal. Vitalzinho é acusado de ter cobrado propinas de fornecedores da Petrobras para blindá-lo na CPI mista do Congresso Nacional que, em 2014, investigava as suspeitas de irregularidades na estatal do petróleo. À época, Vital ainda ocupava uma cadeira no Senado e presidia a CPI da Petrobras.

Confira abaixo a nota na íntegra.

 

NOTA À IMPRENSA

 

“Com relação à diligência ocorrida na manhã de hoje, quero manifestar meu respeito e compreensão ao trabalho das autoridades competentes no exercício de suas funções legais.

 

Tenho certeza que a medida, cumprida com eficiência e urbanidade, vai confirmar que jamais tive qualquer participação nos fatos em apuração.

 

Quero renovar meu compromisso de irrestrita colaboração com as autoridades, naquilo que for necessário, dentro do que determina o devido processo legal e as regras que regem o Estado Democrático de Direito.”

Comente

Fique por dentro de todas as notícias do Paraíba Já nas redes sociais:
Facebook, Twitter e Youtube.

Interaja com o Paraíba Já:
WhatsApp: (83) 99373-4023
E-mail: [email protected]

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here