Acaba nesta segunda, prazo para Durval se posicionar sobre a CPI da Lagoa

0

O prazo acaba hoje.  O presidente da Câmara de João Pessoa (CMJP), Durval Ferreira (PP), tem até esta segunda-feira (18) para apresentar à Justiça o seu posicionamento sobre a instalação da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) para investigar denúncias de desvio de recursos na obra de revitalização do Parque Solon de Lucena – Lagoa.

A bancada de oposição da CMJP entrou na Justiça para pedir agilidade no processo da CPI da Lagoa e o O juiz da 1ª Vara da Fazenda Pública da Capital, Marcos Coelho de Salles, determinou, no dia cindo de abril que Durval Ferreira, deve apresentar, em caráter de urgência, seu posicionamento com relação ao processo de instalação da CPI em um prazo de 10 dias úteis.

Leia também: 

Procurador Federal confirma sobrepreço na obra da Lagoa e admite acionar a PF; ouça

OAB-PB confirma criação de comissão para investigar obra da Lagoa

Para o vereador e líder da bancada de oposição na CMJP, Renato Martins, o entendimento é de “crença absoluta na Justiça”. “O juiz já quebrou essa armação do Poder Executivo influenciando o Legislativo com essa decisão. Agora é esperar o prazo para que Durval apresente as justificativas para que o juiz delibere a favor ou contra a instalação da CPI da Lagoa”, afirmou.

Saiba mais

A CPI da Lagoa pretende investigar desvio de recursos na ordem de R$ 10 milhões apontados no relatório da Controladoria Geral da União (CGU). O pedido de instalação da comissão foi protocolado no mês passado por 10 parlamentares.

Além da CPI, as denúncias sobre a obra da Lagoa serão investigadas pela Ordem dos Advogados do Brasil – Seccional Paraíba (OAB-PB) e pelo Ministério Público Federal (MPF).

Comente

Fique por dentro de todas as notícias do Paraíba Já nas redes sociais:
Facebook, Twitter e Youtube.

Interaja com o Paraíba Já:
WhatsApp: (83) 99373-4023
E-mail: redacao@paraibaja.com.br

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here