AACD nega fechamento de unidade em CG e repudia uso político de repasse do Estado

0

A assessoria de imprensa da AACD em São Paulo, uma equipe da diretoria chegou na última sexta-feira em Campina Grande para reunião com a prefeitura da cidade, que havia sugerido no ano passado a proposta de um projeto de lei para que a prefeitura assumisse integralmente os repasses.

Percebendo que não houve empenho para a execução da proposta inicial (do projeto de lei), a equipe da AACD veio a Campina, onde manteve reunião com representantes da prefeitura da cidade, mas nenhuma definição foi apontada por parte da prefeitura.

As negociações continuam, mas a assessoria nega o fechamento da unidade na Paraíba e lamenta que alguns usem politicamente o fato, causando boatos e medo nas famílias e nas pessoas que utilizam e precisam dos serviços disponibilizados na instituição.

Segundo a Secretaria de Comunicação do Estado, o governo do estado pagou hoje o único mês que estava em atraso, o de novembro de 2015. Sendo assim, todos os repasses de 2015 foram feitos regularmente, com exceção apenas do mês de novembro de 2015, dando um valor de 894 mil reais ao longo de 2015.

Ainda de acordo com a  Secretaria de Comunicação do Estado, o convênio de 2016 entre o Estado e a entidade não foi renovado por causa da obrigatoriedade da prestação de contas anuais e por falta de envio das prestações, situação que fez com que o Estado não pudesse renovar o convênio.

Segundo a análise da Secretaria de Saúde, mesmo com as prestações de contas de 2015, a AACD precisa corrigir algumas pendências, entre elas está o fato de não atingir a meta pactuada do convênio para a quantidade de atendimentos por ano.

A assessoria de imprensa da AACD em São Paulo também lamentou o uso político do caso.

 

Comente

Fique por dentro de todas as notícias do Paraíba Já nas redes sociais:
Facebook, Twitter e Youtube.

Interaja com o Paraíba Já:
WhatsApp: (83) 99373-4023
E-mail: [email protected]

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here