23 C
João Pessoa, PB
quarta-feira, 24 maio 2017
Governo

Vereador diz que líder de Cartaxo quer calar a oposição com ameaças

0

Para o vereador Humberto Pontes (PTdoB), o líder do prefeito na Câmara, Helton Renê (PCdoB), está tentando “calar a oposição”. Após a confusão ocorrida na manifestação dos agentes de saúde, na Câmara Municipal de João Pessoa (CMJP), na última terça-feira (16), Helton vem afirmando que está disposto a pedir a cassação de mandato dos vereadores da oposição se posicionaram a favor dos manifestantes.

“Isso tem o objetivo de tentar calar a gente da oposição. A manifestação dos servidores da saúde é porque eles estão sendo enrolados pela gestão Municipal, tentaram várias vezes serem recebidos e não conseguiram. Numa audiência pública, o acesso é aberto. Estão querendo nos colocar na Comissão de Ética por estar defendendo o direito dos trabalhadores. Muito nos estranha Helton Renê  ser de um partido de esquerda comunista, seja contra a luta dos trabalhadores”, disse.

Os agentes de saúde que participaram da manifestação, estavam tentando ter voz através dos seus representantes na Câmara Municipal, essa é a opinião de Humberto, que relatou que foi formada uma comissão entre as bancadas de oposição e situação, para intermediar o dialogo com o prefeito Luciano Cartaxo (PSD).

“Eu não vi nenhum vereador instigando a confusão na Câmara. Sandra Marrocos, estavam tentando separar e acalmar os ânimos dos manifestante, que estavam chateados pois por cinco vezes foram enganados e estavam ali fazendo um apelo para que a Câmara pudesse ser a voz deles. Tanto que montamos uma comissão com vereadores da situação e oposição para intermediar o dialogo com a prefeitura, em nenhum momento os vereadores estavam gostando do que estavam vendo, pelo contrário, estamos tentando mediar um conflito”

Líder de Cartaxo diz que vai explicar o que é decoro na Comissão de Ética

0
cassação

O vereador Helton Renê (PC do B), líder do prefeito Luciano Cartaxo (PSD) na Câmara Municipal, disse que vai explicar o que é decoro parlamentar dentro da Comissão de Ética. O parlamentar disse também que está sendo criticado por defender coisas corretas.

“Sabemos que temos vereadores que participaram dessa balbúrdia e isso é quebra de decoro. Não é prerrogativa de parlamentar invadir a casa e incitar a violência”, disse.

Os agentes de saúde realizaram um protesto na Câmara Municipal para reivindicar uma audiência com o prefeito e com o secretário de Saúde, Adalberto Fulgêncio, e tiveram o apoio de vereadores, que estão sendo acusados por parlamentares da situação de quebrar o decoro por apoiar os manifestantes.

Sindicato diz que vai verificar denúncia de jornalista barrado por Cartaxo

0

O diretor do Sindicato dos Jornalistas da Paraíba, Land Seixas, disse nesta terça-feira (23) que existe uma guerra política entre jornalistas e que vai reunir com a direção do órgão de classe para verificar a denúncia de que o jornalista Judivan Gomes foi barrado pelo secretário de Comunicação da Prefeitura de João Pessoa, Josival Pereira, a pedido do prefeito Luciano Cartaxo (PSD).

Em entrevista, Judivan disse que se sentiu violentado. Já Josival Pereira confirmou que barrou o jornalista a pedido de Cartaxo, que se incomodou com perguntas que Judivan fez em coberturas anteriores.

Para a diretora da rádio Tabajara, Duda Santos, que veiculou a gravação da conversa entre Josival e Judivan, Cartaxo cerceou o direito de imprensa e ressaltou que a rádio tem sofrido para falar com pessoas da Prefeitura e o próprio prefeito se nega a conceder entrevistas nos estúdios.

Maranhão já não garante mais aliança com Cartaxo para 2018

0

O senador José Maranhão já não está mais tão certo com relação à aliança que reelegeu o prefeito da Capital Luciano Cartaxo (PSD) em 2016. Em entrevista a um programa de rádio da Capital, o parlamentar disse que a manutenção da aliança vai depender do que acontecerá mais à frente.

“Quando você tem uma aliança, o dever é manter, mas o que vai acontecer na época de formatação das alianças, depende do que acontecerá no momento à frente
Senador disse que não fala sobre hipóteses”, disse.

Essa não é a primeira pista que o senador do PMDB dá sobre o futuro político do partido. Em reunião recente da executiva estadual da legenda foi decidido que o PMDB iria ter candidato próprio e o nome do ex-governador do Estado é o mais cotado para encabeçar a chapa.

Barrado em coletiva de Cartaxo, jornalista desabafa: “me senti violentado”

0

O jornalista Judivan Gomes revelou nesta terça-feira (23) que se sentiu violentado após ser barrado pelo secretário de Comunicação Josival Pereira, a pedido do prefeito Luciano Cartaxo (PSD).

Barrado em coletiva de Cartaxo, jornalista desabafa: "me senti violentado"“O que aconteceu é de uma gravidade tremenda. Ser impedido de participar de um evento que outros jornalistas participaram. Só a Tabajara que não pode. Me senti violentado”, disse o jornalista

Judivan ainda disse que é preciso que os órgãos competentes façam alguma coisa. “Eu fui violentado, a categoria foi violentada. Logo o agente público que diz que faz uma gestão do diálogo faz isso com quem leva informação para a população”, lamentou.

O secretário de Comunicação da Prefeitura de João Pessoa, Josival Pereira, barrou o jornalista Judivan Gomes de participar de uma entrevista coletiva com o prefeito Luciano Cartaxo (PSD) nesta terça-feira (23). A conversa dos dois foi registrada em áudio e foi ao ar em um programa da Rádio Tabajara e rapidamente a informação se espalhou por toda as redes sociais e programas das demais emissoras.

Rádio Tabajara rebate PMJP

“O prefeito Luciano Cartaxo (PSD) cerceou o direito de imprensa de um jornalista. Nós, da rádio Tabajara, lamentamos o fato e reiteramos que nossa produção sofre, ninguém da Prefeitura nos dá entrevista e Cartaxo nunca veio aqui apesar dos inúmeros convites”. Essa foi a afirmação da superintendente da Rádio Tabajara, Duda Santos, que participou de um programa de rádio da Capital para falar sobre o caso.

 

Diretora da Rádio Tabajara diz que Cartaxo cerceou o direito de imprensa

0
rádio tabajara

“O prefeito Luciano Cartaxo (PSD) cerceou o direito de imprensa de um jornalista. Nós, da rádio Tabajara, lamentamos o fato e reiteramos que nossa produção sofre, ninguém da Prefeitura nos dá entrevista e Cartaxo nunca veio aqui apesar dos inúmeros convites”. Essa foi a afirmação da superintendente da Rádio Tabajara, Duda Santos, que participou de um programa de rádio da Capital para falar sobre o caso.

Diretora da Rádio Tabajara diz que Cartaxo cerceou o direito de imprensaNa ocasião, Duda ressaltou que o jornalista Judivan Gomes é um profissional ético, compareceu ao evento para fazer seu trabalho e não tem porque ele ser barrado. “A rádio Tabajara é um patrimônio público do povo da Paraíba e tem obrigação de divulgar as ações que interessam ao Estado”, disse.

O secretário de Comunicação da Prefeitura de João Pessoa, Josival Pereira, barrou o jornalista Judivan Gomes de participar de uma entrevista coletiva com o prefeito Luciano Cartaxo (PSD) nesta terça-feira (23). A conversa dos dois foi registrada em áudio e foi ao ar em um programa de rádio da Capital.

“Qualquer pessoa tem o direito de escolher a quem concede entrevista”. ‘Você não vai entrar na sala’. Essas são duas das frases que o secretário disse ao jornalista. Por sua vez, o jornalista Judivan Gomes rebateu o secretário afirmando que o prefeito tem o direito de não responder à sua sua pergunta, mas ele tem o direito de perguntar. Assim é uma ditadura”, resumiu.

Cartaxo se incomodou e mandou barrar jornalista, revela secretário

0
cartaxo

O prefeito Luciano Cartaxo se incomodou e mandou barrar o jornalista Judivan Gomes em uma entrevista coletiva na manhã desta terça-feira (22). A afirmação é do secretário de Comunicação da Prefeitura de João Pessoa, Josival Pereira.

Cartaxo se incomodou e mandou barrar jornalista, revela secretárioJosival disse que o prefeito pediu a ele que hoje o jornalista não participasse do evento da gestão municipal por ter se incomodado com as perguntas que Judivan fez nas três últimas ocasiões em que o repórter cobriu um evento onde Cartaxo estava.

O secretário disse ainda que esse episódio serve para levantar uma grande discussão sobre o papel dos órgãos públicos de comunicação do governo.

 

Jornalistas se solidarizam

No programa Correio Debate, de Correio FM, os apresentadores Fabiano Gomes, Victor Paiva, Wellington Farias não pouparam críticas à iniciativa de não permitir que o profissional de imprensa trabalhasse. “O prefeito deve satisfação. A rádio Tabajara merece respeito. O senhor está cuspindo na história da rádio Tabajara”, bradou um dos jornalistas.

Rádio Tabajara rebate PMJP

“O prefeito Luciano Cartaxo (PSD) cerceou o direito de imprensa de um jornalista. Nós, da rádio Tabajara, lamentamos o fato e reiteramos que nossa produção sofre, ninguém da Prefeitura nos dá entrevista e Cartaxo nunca veio aqui apesar dos inúmeros convites”. Essa foi a afirmação da superintendente da Rádio Tabajara, Duda Santos, que participou de um programa de rádio da Capital para falar sobre o caso.

Jornalistas repercutem caso do repórter da Tabajara barrado por Cartaxo

0
jornalistas

Uma gravação entre o secretário de Comunicação da Prefeitura de João Pessoa, Josival Pereira, e o jornalista Judivan Gomes, da rádio Tabajara, tem dado o que falar nesta terça-feira (23). Barrado pelo auxiliar do prefeito Luciano Cartaxo (PSD) para não participar de uma entrevista, Judivan gravou a conversa e denunciou o fato que agora repercute em todo o Estado.

No programa Correio Debate, de Correio FM, os apresentadores Fabiano Gomes, Victor Paiva, Wellington Farias não pouparam críticas à iniciativa de não permitir que o profissional de imprensa trabalhasse. “O prefeito deve satisfação. A rádio Tabajara merece respeito. O senhor está cuspindo na história da rádio Tabajara”, bradou um dos jornalistas.

Cartaxo manda secretário barrar jornalista em entrevista coletiva

0
cartaxo

O secretário de Comunicação da Prefeitura de João Pessoa, Josival Pereira, barrou o jornalista Judivan Gomes de participar de uma entrevista coletiva com o prefeito Luciano Cartaxo (PSD) nesta terça-feira (23). A conversa dos dois foi registra em áudio e foi ao ar em um programa de rádio da Capital.

“Qualquer pessoa tem o direito de escolher a quem concede entrevista”. “Você não vai entrar na sala”. Essas são duas das frases que o secretário disse ao jornalista. Por sua vez, o jornalista Judivan Gomes rebateu o secretário afirmando que o prefeito tem o direito de não responder à sua sua pergunta, mas ele tem o direito de perguntar. “Assim é uma ditadura”, resumiu.

Confira abaixo o áudio da conversa e do programa que o jornalista participa e recebeu a solidariedade dos colegas de bancada.

 

Tá liberado! TJPB mantém decisão a favor do Uber em João Pessoa

0

A Primeira Câmara Cível do Tribunal de Justiça da Paraíba manteve a liminar que determinou à Superintendência Executiva de Mobilidade Urbana de João Pessoa (Semob) a liberação do veículo de parceiro do Uber e se abster de praticar atos que impeçam o livre exercício do serviço. O julgamento ocorreu na manhã desta terça-feira (23), com a relatoria do desembargador José Ricardo Porto.

Conforme o relator do Agravo de Instrumento, o serviço prestado pelo Uber é configurado como transporte de passageiro individual privado, não se confundindo como aquele oferecido pelos taxistas, que se trata de um serviço público.

“Não visualizo como o transporte por meio da plataforma eletrônica Uber seja considerado clandestino ou ilegal, a ponto de os motoristas nesta qualidade sofrerem algum tipo de sanção da municipalidade”, ponderou o desembargador Ricardo Porto, considerando o caráter privativo desempenhado pelo serviço.

Além disso, o julgador destacou que, no âmbito da atividade econômica, a norma geral que vigora nas sociedades democráticas, baseada na liberdade, é que aos particulares é lícito fazer tudo que não seja proibido por lei. “Agir de modo contrário, impediria o exercício da liberdade do empreendedorismo privado, não se podendo admitir tal hipótese”, frisou o desembargador.

Mais Lidas

Nossas Redes Sociais

0FãsCurtir
8,010SeguidoresSeguir
0InscritosInscrever
error: O conteúdo é protegido contra cópia!