23 C
João Pessoa, PB
sexta-feira, 21 julho 2017
Governo

Drummond nunca esteve em Serra Redonda

0

O poeta Carlos Drummond de Andrade nunca esteve em Serra Redonda. Aliás, que eu saiba, nunca esteve na Paraíba. Diferente do modernista Mário de Andrade que veio como pesquisador de cultura popular. Da sua passagem se tem registro e memória pelo menos em Catolé do Rocha, Pombal e João Pessoa. Todavia, o poeta mineiro tinha uma ligação de afeto literário muito especial com a Paraíba. Coisa que pouca gente sabe. Drummond mantinha correspondência regular com a escritora e crítica literária Nevinha Pinheiro, moradora de Serra Redonda e autora do romance “A crucificação do diabo”, publicado pela Editora Moderna.  Nevinhamanteve farta correspondência também com Érico Veríssimo, Josué Montelo e outros nomes relevantes da história da literatura brasileira.

 

Eis uma notícia esquecida quer surge como grande novidade. Essa‘antiga novidade’chega cercada de fatos especialíssimos. Algo que demonstra a grandiosidade silenciosa do povo paraibano. Terra de grandes intelectuais e artistas reconhecidos internacionalmente. Descobri que Drummond nunca esteve em Serra Redonda, muito recentemente. Foi no lançamento do livro “Echo da Serra”, de Dionée Pinheiro. Aos noventa anos, Dionée guardava por décadas um  sonho que, na verdade, era de Nevinha, sua irmã. O desejo de escrever um livro sobre a história da sua cidade e sua gentese tornou imperativo. Bastaria relatar a história da sua família que lá estavaa origem do município. O livro foi planejado há décadas, por Nevinha que, infelizmente, não pode executá-lo. Coube à Dionée cumprir a missão e presentear a Paraíba com uma obra rica em fatos históricos que marcaram a cidade e do Estado.

 

A Paraíba, ao que parece, povoava os sonhos de alguns poetas brasileiros. Também Mário Quintana me revelou em meados dos anos 80 que tinha uma vontade enorme de conhecer a Paraíba e que quase veio para cá na Revolução de 30, como soldado brasileiro. Nevinha, já falecida, Dionée e muitas outras pessoas fazem parte de um segmento raro e muito representativo na formação do povo paraibano. Dionée não se apresenta como escritora ou historiadora. No entanto, pelo fato de ser uma leitora voraz construiu uma obra necessária para compreendermos a formação do povo paraibano. Uma obra escrita com maestria, com imensa carga de significado para entendermos, por exemplo, o que mudou nos hábitos culturais do Estado.

 

Tendo crescido num contexto intelectual, político e histórico de muita relevância, Dionée traz na memória uma extensão de fatos que certamente poderiam render outro livro ou uma obra mais extensa. Os fatos que cercam a relação de amizade que o grande poeta brasileiro mantinha com a Paraíba através de Nevinha, não constam no livro de Dionée. Mas, não seriam poucos fatos que acabariam criando uma história à parte dentro de uma história tão bem contada. Felizmente a editora da UEPB descobriu essa história e antes de qualquer outra editora, se adiantou e já trabalha na edição do livro que publicará essa correspondência que Nevinha mantinha com os escritores.

 

Não apenas as cartas serão publicadas. Também as anotações de Nevinha sobre os vários telefonemas que recebeu de Drummond. Todos eles guardados por quem sabia a dimensão histórica daquele momento. Numa relação muito pessoal e carinhosa, Drummond contava para Nevinhaaté mesmo as suas tristezas, revelava quando se sentia adoentado, falava de questões pessoais e familiares com grande confiança. Um fato que esteve escondido por décadas e que começa a ser revelado a partir dos relatos ricos em detalhes que ainda estão na memória de Dionée. Uma mulher que generosamente reparte seus guardados. Uma história como tantas que ficam perdidas diante da enxurrada de banalidades que entram pelos nossos olhos e ouvidos permanentemente.

 

A imensidão do afeto conduz a memória de Serra Redonda. Nevinha não viu seu sonho realizado em vida. O sonho de escrever a história da sua cidade. Mas Dionée cumpriu esse sonho no tempo em que completou noventa anos de idade. São histórias que acumulam sensibilidades e transbordam. Seja porNevinha, na sua relação com ícones da Literatura. Seja por essa sensibilidade que transgride o tempo na suave existência da escritora Dionée. Um ser humano pleno, com sua jovialidade e delicadeza. Ou mesmo pela sensibilidade da direção da UEPB que descobriu esta pedra preciosa e deverá transformá-la em realidade para enriquecer ainda mais a história intelectual de um povo de tantas glórias ainda ocultas.  Aos poucos vamos tomando conhecimento e espalhando essas verdadeiras preciosidades que engrandecem ainda mais a Paraíba.

 

Chuvas continuam nesta sexta no litoral, prevê Aesa

0

A Agência Executiva de Gestão das Águas (Aesa) prevê céu parcialmente nublado a nublado com chuvas esparsas para as regiões do Agreste, Brejo e Litoral, nesta sexta-feira (21).

Já para a região do Semiárido, que contempla Alto Sertão, Sertão e Cariri-Curimataú, a previsão é de céu parcialmente nublado, com máxima de 31º C e mínima de 22º C no Sertão.

Confira a temperatura para as demais regiões do Estado:

Litoral – máxima de 28º C e mínima de 22º C

Agreste – máxima de 24º C e mínima de 18º C

Brejo – máxima de 23º C e mínima de 17º C

Cariri-Curimataú – máxima de 29º C e mínima de 18º C

Sertão – máxima de 31º C e mínima de 22º C

Cagepa faz manutenção e interrompe abastecimento em cinco bairros de JP

0

A Companhia de Água e Esgotos da Paraíba (Cagepa) executará serviços de manutenção preventiva no reservatório R-5 e por isso precisará interromper o abastecimento de água, nesta sexta-feira (21), das 8h às 16h, nos bairros de Cruz das Armas, Oitizeiro, Funcionários I, Jardim Planalto e Bairro dos Novais, na Capital.

De acordo com a gerência regional da Cagepa, no Litoral, o reservatório R-5 atende a estas localidades e fica situado no bairro de Cruz das Armas.

Mais informações podem ser obtidas gratuitamente por meio do telefone 115, que agora também atende ligações de celular.

Petista diz que Eliza quer aparecer e “faz oposição de cunho preconceituoso”

0

O suplente de vereador pelo PT e presidente do Movimento do Espírito Lilás, Renan Palmeira, avaliou nesta quinta-feira (20) que a vereadora Eliza Virgínia (PSDB) quer aparecer antes de assumir o mandato na Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB).

A parlamentar tem a oportunidade agora de ir para a ALPB com a perspectiva de rever suas práticas discriminatórias e vem concendendo entrevistas desrespeitosas com os movimentos sociais. Faz uma oposição de cunho preconceituoso, propagando o discurso de ódio e preconceito com a população LGBT. Ela legisla para que a população LGBT continue sem direitos”, destacou o dirigente.

O dirigente ressaltou ainda que os movimentos sociais não temem Eliza e que eles contam com o apoio de deputados na Assembleia que defendem a cidadania. “Vamos fiscalizar o mandato dela”, resumiu.

Renan avalia ainda que a lei que obriga afixar cartazes em locais públicos falando que a homofobia é crime é um avanço para o Estado e a Paraíba é o primeiro estado no país a ter essa legislação.

MPPB dá 30 dias para prefeita do partido de Cartaxo demitir parentes

0
Prefeitura de JP é condenada a pagar indenização de R$ 20 mil a ex-servidora

A prefeita de Juarez Távora, Maria Ana Farias dos Santos (PSD), do partido do prefeito Luciano Cartaxo, tem um prazo 30 dias para exonerar todos os ocupantes de cargos comissionados, de função de confiança ou de função gratificada na administração municipal que detenham relação de parentesco consanguíneo, em linha direta ou colateral, ou por afinidade até o terceiro grau, com a prefeita, o vice-prefeito, os secretários municipais, o procurador-geral do município, o chefe de gabinete e vereadores.

A recomendação é do promotor de Justiça João Benjamim Delgado Neto, da Promotoria de Justiça de Alagoa Grande, com o objetivo de combater a prática de nepotismo por parte da administração da prefeita Maria dos Santos. Caso a recomendação não seja atendida, o Ministério Público da Paraíba (MPPB) adotará as medidas legais necessárias, com ajuizamento de ação civil pública por prática de improbidade administrativa.

Na recomendação também está prevista a rescisão de contratos realizados por tempo determinado para atender a necessidade temporária de excepcional interesse público de pessoas que sejam parentes até o terceiro grau dos ocupantes dos cargos já citados. O município de Juarez Távora, com cerca de oito mil habitantes e distante a 75 quilômetros da capital, João Pessoa, está localizado na Região do Agreste paraibano.

Cartaxo

O próprio prefeito Luciano Cartaxo (PSD) foi acusado nas eleições passada de ter parentes empregados na Prefeitura de João Pessoa (PMJP).

Durante um dos debates, a então candidata Cida Ramos (PSB) acusou a gestão do atual prefeito de praticar nepotismo, chegando a listar nomes. Ao todo, mais de 40 pessoas estão na lista entregue pela coligação à justiça.

Todos os dados foram extraídos do Sagres do Tribunal de Contas do Estado da Paraíba (TCE-PB).

Vocalista do Linkin Park é encontrado morto, diz site

0

Vocalista do Linkin Park é encontrado morto, diz siteChester Bennington, vocalista da banda Linkin Park, foi encontrado morto em uma residência privada em Palos Verdes Estates, na Califórnia (EUA), informa nesta quinta-feira (20) o site TMZ. Segundo a publicação, que cita fontes policiais, o músico cometeu suicídio.

O cantor teria se enforcado no local. Seu corpo foi encontrado nesta quinta, pouco antes das 9h locais, de acordo com o TMZ. Chester era casado e tinha seis filhos.

Bennington lutou por anos contra drogas e álcool. Ele disse em uma entrevista no ano passado que já havia pensado em suicídio porque foi abusado quando criança, por um homem mais velho.

Ainda conforme o TMZ, o líder do Likin Park era muito próximo de Chris Cornell, vocalista do Soundgarden e do Audioslave, que morreu em maio – também em um suicídio por enforcamento, segundo médicos legistas.

Do G1

Conde recebe Maratona de Projetos promovido pelo LabRua e IAB-PB

0

 

A Prefeitura de Conde através da Secretaria de Planejamento (SEPLAN) estará recebendo entre os dias 23 a 30 de julho, as equipes do LabRua, o Laboratório de Rua, uma associação sem fins lucrativos que promove pesquisas científicas. Estas equipes em parceria com IAB.PB (Instituto de Arquitetos do Brasil) vão realizar no município, a Maratona de Projetos, um trabalho de análise do espaço urbano que já foi desenvolvido em outras cidades paraibanas e agora chega em Conde.

De acordo com a equipe do LabRua, a Maratona de Projetos trabalha diretamente com a análise do espaço urbano, onde vão ser desenvolvidos projetos para o município. Ao final desta semana de estudo, um júri, composto de professores de arquitetura, é realizado onde os participantes vão apresentar as propostas criadas para o local e os melhores projetos serão premiados.

Conde recebe Maratona de Projetos promovido pelo LabRua e IAB-PBA professora Aída Pontes, disse que “o projeto tem como principal objetivo, trabalhar os espaços públicos da cidade. São vários projetos que trazem essa discussão de cidades para as pessoas, de como o espaço pode ser mais amigável e convidativo para que a população possa utilizá-lo”, destacou.

Aída ressaltou que pela primeira vez a maratona será realizada durante uma semana inteira em uma cidade. “Aqui no Conde vamos ficar no período de 23 a 30 de julho, onde os participantes vão fazer levantamentos, entrevistar pessoas sobre as necessidades relacionadas a planejamento e mobilidade no município. Vamos fazer visitas em várias localidades, mas o nosso foco será o centro da cidade”, ressaltou.

A Prefeita Márcia Lucena comemora a parceria do LabRua com a prefeitura. “Esse processo é muito importante para o Conde e é um prazer estar recebendo a Maratona de Projetos em nosso município. Temos uma cidade ansiosa por mudanças, pela criação de novos ambientes, uma nova cara e com certeza, este é o momento para que esses sonhos sejam idealizados para a população”, disse.

Participam do LabRua, arquitetos, urbanistas, estudantes de cursos de arquitetura e urbanismo, psicologia, design e de computação. Com essa diversidade de áreas que são inseridas no projeto, cada um contribui com sua visão colaborativa e multidisciplinar nos estudos e análises.

Cássio tem mais servidores em seu gabinete do que Maranhão e Lira juntos

0
cássio

O senador Cássio Cunha Lima (PSDB) tem 61 servidores lotados em seu gabinete e esse número supera a soma das pessoas que trabalham nos gabinetes dos também senadores José Maranhão (PMDB) e Raimundo Lira (PMDB).

Segundo dados extraídos do site do Senado Federal, o tucano tem 25 pessoas que trabalham no próprio gabinete e outras 36 pessoas que atuam no escritório de apoio. Do montante, 56 são comissionados, 4 terceirizados e apenas um efetivo. Esse número do parlamentar é maior do que a soma dos outros dois senadores pela Paraíba.

Cássio tem mais servidores em seu gabinete do que Maranhão e Lira juntos

 

 

 

 

 

 

Maranhão

O levantamento mostra ainda que o senador José Maranhão (PMDB) tem 32 servidores à disposição do seu mandato, sendo que 13 atuam no gabinete e 19 no escritório de apoio. Na total, o peemedebista utiliza 25 comissionados, 4 terceirizados e três efetivos.

Cássio tem mais servidores em seu gabinete do que Maranhão e Lira juntos

 

 

 

 

 

 

Lira

Já o senador Raimundo Lira soma 27 pessoas trabalhando no seu mandato, sendo que 15 são lotadas no seu gabinete e 12 no escritório de apoio. Ao todo, 24 comissionados, 2 terceirizados e um voluntário realizam o trabalho parlamentar para o também peemedebista.

Cássio tem mais servidores em seu gabinete do que Maranhão e Lira juntos

 

 

 

 

 

 

Ex-prefeito

O Paraíba Já divulgou hoje também que o ex-prefeito de Cuité, Osvaldo Venâncio, mais conhecido como Bado Venâncio, está exercendo a função de assistente parlamentar intermediário do gabinete do senador tucano, ganhando mais de R$ 12 mil.

Atualmente filiado ao PSDB, Bado Venâncio, tem processos na Justiça Federal, por malversação de dinheiro público e, em um desses processos, foi condenado à prisão por lesar o erário.

Anteriormente, Bado não era tão admirador do trabalho de Cássio. Na gestão da sua esposa na prefeitura de Cuité, o codinome do ‘trovador’, na época governador do Estado, era’ governador tatu’, o apelido veio após um serviço de esgotamento sanitário na cidade ter ficado apenas na escavação de ruas.

Os rumores é que Cássio vem distribuindo cargos comissionados no Senado Federal, com agentes políticos de diversas regiões do Estado, para obter apoio quando seu nome for indicado para ser candidato a governador nas eleições de 2018, enquanto isso Romero Rodrigues, tucanos e Luciano Cartaxo (PSD), aliado dos tucanos, também estão trabalhando para disputar o pleito.

“É uma barbaridade essa Lei Maria da Penha”, diz parlamentar da PB

0

A vereadora Eliza Virgínia (PSDB), que está prestes a assumir a vaga do deputado Tovar Correia Lima (PSDB) na Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB), mais uma vez polemizou ao comentar sobre a diversidade de gênero e a legislação, que possui dispositivos de inclusão social e proteção às minorias.

A vereadora comentou que, infelizmente, existe a Lei Maria da Penha, que promove a proteção da mulher que sofre agressão física, psicológica ou patrimonial e que existem incentivos que tais vítimas sejam inseridas no mundo do trabalho.

“Aí existe a Lei Maria da Penha. A mulher que é agredida, espancada pelo marido, que pode e tem mecanismos para sair dessa situação, mas que há uma lei que assegura que ela terá oportunidade de emprego garantida. É uma barbaridade existir a Lei Maria da Penha, mas infelizmente, por todos esses motivos, ela é suficiente”, declarou, em um programa de rádio, na tarde desta quinta-feira.

Eliza ainda destacou outro tipo de público que possui legislação específica de proteção. “Agora, lei tem que ser para idoso e para o filho do idoso. O idoso que trabalhou a vida inteira e quando se aposenta, é o filhinho que vai ‘cuidar’ do dinheiro do idoso. Na verdade, fica lá usufruindo da aposentadoria do pai ou da mãe”, afirmou.

Garantias

Para ela, o idoso não tem as garantias necessárias na Constituição, como o público LGBT tenta conquistar. “Para o idoso não dá tanto cartaz, aí vai dar cartaz para homossexual? O homossexual tem pai, mãe, família, paga os mesmos impostos que as pessoas normais. E aí ainda vem colocar essas conferências, paletras e até cotas para exercer cargo público? Aí, paciência né. Vivemos em um país livre, mas que se  gente for expressar opinião em que um homossexual se sinta ofendido, a multa é de R$ 50 mil. E para onde vai esse dinheiro? Para a vítima? Não, vai para essas ONGs LGBT”, declarou.

Questionada se ela, que já tem na Câmara de João Pessoa a vereadora Sandra Marrocos (PSB) como contraponto de suas ideias, se vai ter coragem de encarar a deputada Estela Bezerra (PSB), que também possui bandeiras de luta na contramão do pensamento dela, Eliza não hesitou.

“Eu não me preocupo com opositor. Opositor nenhum vai me por medo. Opositor nenhum vai tirar de mim minhas convicções”, concluiu.

Ex-prefeito ‘ficha suja’ fatura mais de R$ 12 mil por mês do gabinete de Cássio

0
Ex-prefeito 'ficha suja' fatura mais de R$ 12 mil por mês do gabinete de Cássio

‘Um mão suja lava a outra’, fugindo um pouco do ditado popular, para talvez encontrar uma definição para parceria entre Cássio Cunha Lima (PSDB) e o ex-prefeito de Cuité, Osvaldo Venâncio. Mais conhecido como Bado Venâncio, o ex-prefeito está exercendo a função de assistente parlamentar intermediário do gabinete do senador tucano, ganhando mais de R$ 12 mil.

Atualmente filiado ao PSDB, Bado Venâncio, tem processos na Justiça Federal, por malversação de dinheiro público e, em um desses processos, foi condenado à prisão por lesar o erário.

Anteriormente, Bado não era tão admirador do trabalho de Cássio. Na gestão da sua esposa na prefeitura de Cuité, o codinome do ‘trovador’, na época governador do Estado, era’ governador tatu’, o apelido veio após um serviço de esgotamento sanitário na cidade ter ficado apenas na escavação de ruas.

Os rumores é que Cássio vem distribuindo cargos comissionados no Senado Federal, com agentes políticos de diversas regiões do Estado, para obter apoio quando seu nome for indicado para ser candidato a governador nas eleições de 2018, enquanto isso Romero Rodrigues, tucanos e Luciano Cartaxo (PSD), aliado dos tucanos, também estão trabalhando para disputar o pleito.

 

Mais Lidas

Nossas Redes Sociais

0FãsCurtir
8,081SeguidoresSeguir
0InscritosInscrever