Após problemas, nova empresa assume linhas de ônibus de Bayeux

0

A Metro está definitivamente fora do sistema intermunicipal paraibano. A portaria que sacramentou a mudança foi publicada ontem no Diário Oficial do Estado, e foi por ela que a SIM teve a segurança de começar a operar as linhas de Bayeux.

O DER ficou de se reunir com empresários e representantes na última sexta-feira, após determinar a substituição da Metro por uma frota provisória, formada pelos ônibus da empresa que não pertenciam ao proprietário da empresa. A reunião apresentou seus resultados práticos ontem, com a publicação de uma portaria e duas resoluções.

A Portaria Nº 023, de 17 de fevereiro de 2017, autoriza a Rodoviária Santa Rita (SIM) a operar as linhas. Ela fica com cinco das seis linhas de Bayeux em caráter excepcional. A única exceção é a Imaculada, que já era e continua sendo operada pela Das Graças. A empresa já tem a concessão da linha.

Após problemas, nova empresa assume linhas de ônibus de Bayeux

A portaria foi resultado de duas resoluções. A primeira delas, cancelando de maneira definitiva a concessão da Metro. Em outras palavras, ela não opera mais. Está definitivamente fora do sistema intermunicipal paraibano.

A Metro incorreu em duas penalidades. A primeira, por suspensão total dos serviços por cinco dias sem motivo justo, e a segunda, por superveniência da incapacidade técnico-operacional e econômico-financeira ou reiterada incapacidade disciplinar, devidamente comprovada – tecnicamente dizendo, a empresa não tem condições financeiras e estruturais de continuar operando.

Após problemas, nova empresa assume linhas de ônibus de BayeuxApós problemas, nova empresa assume linhas de ônibus de Bayeux

Com isso, a Metro chega ao fim depois de três anos e um mês de existência com esse nome. Junto com ela, encerra uma história de quase 60 anos da Empresa Antônio Wilson, que operava as linhas de Bayeux desde praticamente à fundação da cidade, que era um distrito de Santa Rita, emancipada desta em 1959.

A outra resolução, publicada após esta, recomendou a autorização de operação em caráter precário das linhas de Bayeux à quatro empresas: a SIM (Rodoviária Santa Rita), a Das Graças, a Reunidas e a Santa Maria. A Das Graças já opera sozinha a linha da Imaculada, e as empresas dos A.Cândido foram recomendadas. Desse modo, as linhas ficaram com a SIM.

Após problemas, nova empresa assume linhas de ônibus de Bayeux

O resultado da reunião, além das duas resoluções acima publicadas, foi a portaria, que deu à SIM o direito de operar as linhas de Bayeux até segunda ordem. Com a segurança da portaria, ela pôde colocar os ônibus na rua, como visto ontem. Isso deve muito em breve se refletir em investimentos para as linhas; se na Metro os ônibus eram velhos e sem condições de rodar, com a SIM as linhas contam com ônibus novos e com tecnologia Euro V.

Com a operação das linhas de Bayeux, a Rodoviária Santa Rita, razão social da SIM, volta a operar linhas com origem e destino fora de Santa Rita depois de quase 40 anos. As linhas 402-Torre e 510-Tambaú, hoje da Transnacional, já foram operadas pela Santa Rita no final dos anos 1970 até o início dos anos 1980, tendo sido repassadas depois para a São Judas Tadeu.

Situação de momento

A Rodoviária Santa Rita opera duas das cinco linhas de Bayeux com ônibus de 2014 e 2016, os mais novos da empresa, adquiridos zero quilômetro. Os ônibus alugados de propriedade de Zilma Barros estavam operando ontem as demais. A tendência é que sigam operando até serem substituídos por ônibus da SIM.

O Portal Ônibus Paraibanos segue acompanhando as mudanças nas linhas de Bayeux e trará novas informações à medida que elas chegarem. E deseja boa sorte a SIM na nova empreitada.

 

Do Portal Ônibus Paraibanos

Comente

Fique por dentro de todas as notícias do Paraíba Já nas redes sociais:
Facebook, Twitter e Youtube.

Interaja com o Paraíba Já:
WhatsApp: (83) 99373-4023
E-mail: [email protected]

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here