Começa a ser montada estrutura do Salão do Artesanato da Paraíba




A estrutura para a realização da 25ª edição do Salão do Artesanato da Paraíba já está sendo montada. Ao todo, são 1.300 m2 de estandes, onde serão disponibilizadas todas as tipologias, a exemplo de couro, ferro e madeira. O evento ocorrerá de 18 a 29 de janeiro, no Espaço Cultural José Lins do Rego, em João Pessoa. O tema desta edição é “Raiz cultural de um povo”.
Realizado pelo Governo do Estado, por meio do Programa de Artesanato da Paraíba (PAP), vinculado à Secretaria de Estado do Turismo e Desenvolvimento Econômico, o salão receberá investimentos de mais de R$ 500 mil nesta edição, em parceria com o Empreender-PB, Companhia de Desenvolvimento da Paraíba (Cinep) e o Procon-PB.
A gestora do PAP, Lu Maia, falou da expectativa para a 25ª edição do Salão do Artesanato da Paraíba. “É um evento que já entrou no calendário cultural do Estado, e que incrementa a economia paraibana. Esperamos um público de cerca de 50 mil pessoas, que terão a oportunidade de conhecer as raízes da cultura nordestina, da cultura paraibana”, disse.
Lu Maia ainda destacou a estrutura oferecida para os artesãos que vão participar do evento. “Temos 1.300 m2 de área. São estandes que vão comportar todas as tipologias do nosso artesanato. É um espaço amplo, oferecendo conforto tanto para os artesãos quanto para os visitantes”, afirmou. “Além disso, os nossos parceiros, a exemplo do Procon, também contarão com estandes para orientar o público em geral que visitará o evento”, prosseguiu.
No total, são 400 artesãos, representando cerca de 3 mil profissionais envolvidos, contemplando peças produzidas com materiais como algodão colorido, madeira, metal, osso, fios e pedras. Produtos como cordel, xilogravura e comidas regionais também serão comercializados.
Homenagem – Durante a realização da 25ª edição do Salão do Artesanato, serão homenageados 15 artesãos de várias localidades, a exemplo de Guarabira, Gurinhém e Baía da Traição.
De acordo com a gestora do PAP, são pessoas que colaboraram de forma muito intensa para o artesanato paraibano. “São trabalhadores muito conhecidos dessa arte tão representativa, que é o artesanato. Além de todo o apoio dado pelo Governo do Estado para tornar viável a atividade dessas pessoas, precisamos oferecer outros estímulos. Essa homenagem é uma delas”, destacou.
No hall de entrada, o público poderá contemplar a história de cada um dos homenageados e a tipologia com que trabalha. Os homenageados, alguns com mais de 40 anos dedicados ao artesanato, são os seguintes: Clovis Martins (Guarabira), Lindalva Maria Andrade Néri (Gurinhém), Maria Nazaré Neres (Baía da Traição), Gilma Pereira de Oliveira (Caaporã), Carmelita Anunciada da Silva (São Sebastião do Umbuzeiro), José Sales (Boqueirão), Lourdes Diniz (Campina Grande), João Batista Barreto (Nova Palmeira), João Avelino (Campina Grande), Emiliano Alves Pereira (Monteiro), João de Deus Cavalcante (João Pessoa), Joca dos Galos (Araçagi), Maria José Rodrigues Pereira (Serra Branca) e Chico Ferreira (Catolé do Rocha).
A abertura do Salão de Artesanato da Paraíba será às 19h do dia 18 deste mês. Nos demais dias do evento, as visitas poderão ser feitas das 16h às 22h. A expectativa dos organizadores é que 50 mil pessoas passem pelo Espaço Cultural para conhecer de perto os trabalhos dos artesãos paraibanos.
PAP – O Programa de Artesanato da Paraíba (PAP) foi instituído no ano de 2003, por meio do decreto nº 26.647, para a preservação da cultura paraibana e sua identidade, fomentando o artesanato local, trazendo investimentos para educação e capacitação dos artesãos. Assim, este também faz o papel de incentivar o desenvolvimento econômico e incluir socialmente os artesãos cadastrados no PAP contribuindo assim para o desenvolvimento econômico local.

Com o intuito de valorizar e manter a qualidade do produto artesanal da Paraíba em 2004 foi instituída a Curadoria do Artesanato. Este setor é responsável por analisar, qualificar e registrar os artesãos e seus produtos. Com isso a inclusão social do artesão fica garantida bem como a preservação da cultura local.

Comente

Fundado em maio de 2010, o Paraíba Já é um portal de notícias sediado em João Pessoa (PB), que tem compromisso com a verdade, fazendo um jornalismo de qualidade e relevância social.