cartaxo

Cartaxo inicia corrida pelo Palácio da Redenção




Reeleito prefeito de João Pessoa no primeiro turno, Luciano Cartaxo parece mesmo disposto a dar voos mais altos na política. Visivelmente de olho no Palácio da Redenção, o alcaide – como diz o meu irrequieto amigo João Costa – resolveu aproveitar o feriado do Dia de Nossa Senhora da Imaculada Conceição para percorrer o Sertão paraibano.

Com o argumento de visitar familiares, Cartaxo optou por iniciar o périplo no Sertão pela cidade de Sousa, sua terra natal. Na agenda divulgada por setores da imprensa, consta ainda uma esticada a Cajazeiras, terra da primeira-dama Maisa Cartaxo.

Aliás, visitar parentes em um feriado – com uma sexta-feira imprensada – era o mote que o staff do prefeito precisava para dar uma guinada na sua imagem em uma das regiões mais importantes no tabuleiro do xadrez da política paraibana.

Por isso, não foi por acaso que um auxiliar bem próximo do alcaide se encarregou pessoalmente de organizar uma série de entrevistas do prefeito nos principais veículos de comunicação do Sertão, inclusive em pleno domingo, na cidade de Cajazeiras.

Na verdade, Cartaxo sabe que para chegar com chances reais de vitória em 2018, sem depender tanto do apoio de “velhas raposas” da nossa política, precisa, já agora, começar a se fazer conhecido em todos os recantos da Paraíba.

Talvez, ele não esteja disposto a sofrer o mesmo que Ricardo Coutinho, que precisou “engolir” certas “raposas” para chegar ao Palácio da Redenção em 2010.

Enquanto 2018 não chega, só nos resta esperar para saber se a estratégia de Cartaxo dará certo, ou não.

Rápidas & Diretas

– Pode não demorar muito uma aproximação política entre o prefeito eleito de Bayeux, Berg Lima, e o governador Ricardo Coutinho.

– A aliados bem próximos, o senador Raimundo Lira tem dito que depende do governador Ricardo Coutinho sua candidatura ao Governo do Estado em 2018.

– Se depender das vereadoras reeleitas Eliza Virgínia, Raissa Lacerda e Sandra Marrocos, Marcus Vinícius e João Corujinha vão presidir a Câmara Municipal da Capital nos dois próximos biênios.

– Aliás, sobre a disputa pela presidência da CMJP, impressiona a disposição demonstrada pelo vereador eleito Tibério Limeira de não seguir a maioria da bancada de oposição.

– Não há nada oficial, mas nos bastidores da Assembleia Legislativa o que mais se comenta é a reforma do secretariado de Ricardo Coutinho que estaria por vir.

– Deputados governistas apostam que Ricardo fará uma ampla reforma em sua equipe, abrindo, inclusive, espaços importantes para aliados que se reincorporaram ao grupo.

– Adversários do senador Cássio Cunha Lima contam os minutos para que seja divulgada oficialmente a lista de políticos beneficiados com propina da construtora Odebrecht.

– O atual presidente da Assembleia Legislativa da Paraíba, Adriano Galdino, deve mesmo assumir uma secretaria no Governo do Estado.

A pergunta que não quer calar…

Como ficará a formação da chapa governista em 2018 se Ricardo Coutinho decidir não deixar o cargo em abril para disputar um mandato?

Comente

Fábio C. Bernardo é radialista e jornalista graduado pela Universidade Federal da Paraíba (UFPB). Iniciou a carreira em 1995 no Jornal A União, onde foi repórter e editor setorial. Em 1998, ingressou no Jornal Correio da Paraíba e atuou como editor-adjunto de Esportes e de Política, além de assinar a coluna Informe. Trabalhou nas rádios CBN, Correio, Sanhauá e O Norte, e fundou o potal de notícias www.paraibaja.com.br