Escândalo envolvendo vereadores de Cabedelo vai parar na Polícia Federal

    0

    O vereador da cidade de Cabedelo, Fernando Sobrinho (DEM) em entrevista ao Paraíba Já, confirmou a informação de que será aberto inquérito na Polícia Federal sobre o caso do áudio envolvendo os vereadores Lúcio José (PRP) e Márcio Bezerra, líder do governo municipal. No diálogo, que acabou ‘vazando’ na internet, eles acusam os demais parlamentares de ações corruptivas dentro da Câmara Municipal de Cabedelo.

    Leia também: Conversa ‘vaza’ nas redes sociais e põe vereadores de Cabedelo sob suspeita

    ‘O bate papo da corrupção’, como foi denominado por populares, denuncia a corrupção dentro do Parlamento Municipal e está sendo investigado, de acordo com o Sobrinho, em segredo de Justiça. “A gente está apurando na Câmara, mas não podemos revelar nada agora. Vai ser aberto um inquérito, então, por isso, a Câmara não irá se manifestar enquanto não for apurado. Eles falam algumas coisas, estamos apurando, mas não tenho autonomia para falar sobre isso agora. O caso está em segredo de Justiça. Até o inquérito terminar não podemos falar sobre o assunto”, disse.

    O parlamentar, que é pré-candidato a prefeito de Cabedelo pelo Democratas, discorda com a acusação de que os vereadores são ‘cobras’ e acredita que no início do ano o caso já estará resolvido. “Não concordo, temos divergências, mas o que eles falaram foi muito grave, eles acusaram toda a Casa de ações. A Câmara já entrou em recesso, mas já foi citado na última sessão ordinária apurar os fatos. Eu creio que até a segunda semana de janeiro teremos novidades”, declarou.

    Saiba mais

    Trechos de um diálogo ‘descontraído’ entre dois vereadores da cidade de Cabedelo, no Litoral Norte da Paraíba, que acabaram ‘vazando’ na internet, podem colocar em ‘xeque’ a credibilidade de todos os parlamentares que compõem a Câmara Municipal local.

    Os áudios que ‘invadiram’ as redes sociais no último dia 11, conforme o Paraíba Já apurou, envolve os vereadores Lúcio José (PRP) Márcio Bezerra (PP). No diálogo, os parlamentares chegam a falar em recebido de propina.

    “Eu vou dizer uma coisa a você… esse é meu quarto mandato, mas eu nunca vi… um pessoal tão bandido como essa Câmara agora. Não pode ver uma carteira, não pode ver uma carteira que ficam tudo doido, doente. Eu nunca vi isso não. No meu primeiro mandato eu não vi isso não”, enfatiza um dos parlamentares.

    Em outro trecho da conversa, um dos vereadores reclama do comportamento dos demais parlamentares de Cabedelo. “O problema é o seguinte, rapaz, pela pouca experiência que tenho: quem tem c… de palha não toque fogo no dos outros, porque se f… fica todo mundo com raiva, é um ninho de cobra… Chega (o vereador Júnior) da Tele cheio de moralista, cheio de safadeza ali, cheio de bandidagem que ele tem”.

    Mais adiante, os vereadores demonstram certa preocupação com alguém que estaria disposto a denunciar o suposto esquema de recebimento de propina. “A turma quer ligar pra rádio pra dizer e o dinheiro da Projecta (empresa de material de construção instalada às margens da BR 230, em Cabedelo)… Por que se acontecer isso mesmo, se ele for um caba rocha mesmo, que ele vai tomar no c…, ele vai entregar todo mundo”.

    Escute abaixo os áudios:

     

    Comente

    Fique por dentro de todas as notícias do Paraíba Já nas redes sociais:
    Facebook, Twitter e Youtube.

    Interaja com o Paraíba Já:
    WhatsApp: (83) 99373-4023
    E-mail: redacao@paraibaja.com.br

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Please enter your comment!
    Please enter your name here