Ricardo encontra ‘brecha’ na agenda e faz visita de cortesia ao futuro arcebispo da PB




O governador Ricardo Coutinho (PSB) encontrou uma ‘brecha’ nesta quarta-feira (8) em sua agenda e decidiu felicitar, pessoalmente, Dom Manoel Delson Pedreira da Cruz, anunciado pelo Vaticano como futuro arcebispo da Arquidiocese da Paraíba. O encontro, que não constava na agenda oficial do governador, aconteceu na Residência da Diocese, em Campina Grande.

Ricardo foi à visita acompanhado do deputado estadual Gervásio Maia Filho (PSB), atual presidente da Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB), e do secretário executivo de Planejamento, Orçamento e Gestão do Estado, Fábio Maia.

Desde a renúncia de Dom Aldo di Cillo Pagotto, em julho de 2016, a Arquidiocese da Paraíba seguia sob o comando de Dom Genival Saraiva de França.

Saiba mais

Dom Delson, que assumiu o bispado de Campina Grande em 2012, ficará como administrador diocesano de Campina Grande até tomar posse como arcebispo no dia 20 de maio desde ano. No mesmo dia, o colégio de consultores, formado pelo clero da cidade, vai decidir o nome do administrador que vai comandar a diocese até que o Papa Francisco nomeie um novo bispo.

O futuro arcebispo da Paraíba é natural da cidade de Biritinga, na Bahia, e nasceu no dia 10 de julho de 1954. Estudou Filosofia e o início da Teologia no Seminário São Francisco de Assis em Nova Veneza (SP) e concluiu os estudos teológicos no Instituto de Teologia da Universidade Católica de Salvador (BA). É mestre em Ciência da Comunicação Social pela Pontifícia Universidade Salesiana de Roma e graduado em Letras pela Universidade Católica de Salvador.

Foi ordenado sacerdote no dia 5 de julho de 1980 na Arquidiocese de Feira de Santana (BA) e na mesma arquidiocese, em 24 de setembro de 2006, recebeu sua ordenação episcopal. Foi acolhido na diocese de Caicó no dia 8 de outubro daquele ano e permaneceu até agosto de 2012, quando foi nomeado bispo de Campina Grande.

Comente

Fábio C. Bernardo é radialista e jornalista graduado pela Universidade Federal da Paraíba (UFPB). Iniciou a carreira em 1995 no Jornal A União, onde foi repórter e editor setorial. Em 1998, ingressou no Jornal Correio da Paraíba e atuou como editor-adjunto de Esportes e de Política, além de assinar a coluna Informe. Trabalhou nas rádios CBN, Correio, Sanhauá e O Norte, e fundou o potal de notícias www.paraibaja.com.br