Últimas
[email protected]
24 / 02 / 2017

Que saudade!




fb_img_1478346892465Há mais de dois meses, a crônica esportiva da Paraíba perdeu um dos seus mais emblemáticos integrantes. Bernardo Filho, considerado um dos plantonistas mais versáteis do rádio nordestino, teve de nos deixar tão de repente, que sequer, deu tempo de se despedir dos que com ele convivia (familiares, amigos, colegas de trabalho e ouvintes).

Que saudade, BF, da sua voz tão autêntica, bem como de suas opiniões, que por muitas vezes, fazia o torcedor vibrar de alegria.

Que saudade, das resenhas esportivas comandadas por você, sobretudo “esquentando a rodada” nos domingos, logo após o almoço. Ah, que saudade, dos alôs tão bem dados que nos fazia prender os ouvidos no rádio.

É com essa triste lembrança que venho tentar somar como colunista de um portal já consolidado no meio e aos que gostam do jornalismo cotidiano.  Escolhi esse tema de estreia porque a Paraíba perdeu um dos seus maiores no ramo, entretanto, me faz ficar alegre da lembrança por saber que sua história, a do BF, foi recheada de adjetivos que engrandecem o ser humano e o profissional do jornalismo esportivo. Que saudade, amigo Bernardo!!!

Quem subiu
A Federação Paraibana de Futebol (FPF), que vem mostrando dinamismo na gestão.

Quem desceu
A poucos dias de começar a primeira divisão do Campeonato Paraibano de Futebol, o Internacional, que está de volta à elite, ainda não sabe qual será a cidade sede do  clube.

Comente

Atuando no jornalismo esportivo desde 2002, formou-se em comunicação social no ano de 2004 e anos depois, concluiu uma pós-graduação em assessoria de imprensa, na Unifor-CE. Atualmente, integra a equipe esportiva da Rádio Tabajara, onde já teve a oportunidade de ser coordenador.